Minas Gerais Ministério da Saúde descarta morte por varíola dos macacos em Uberlândia (MG)

Ministério da Saúde descarta morte por varíola dos macacos em Uberlândia (MG)

Vítima trabalhava em uma unidade do sistema prisional; outros três casos estão sendo investigados em Minas Gerais

Vítima testou negativo para a varíola dos macacos

Vítima testou negativo para a varíola dos macacos

Dado Ruvic/Reuters

O Ministério da Saúde descartou, nesta quarta-feira (15) que o policial civil morto no último fim de semana em um hospital particular de Uberlândia (MG), a 543 km de Belo Horizonte, estava contaminado pela varíola dos macacos.

De acordo com o Ministério, o exame laboratorial feito pela Fundação Ezequiel Dias descartou que o policial civil de 41 anos, que trabalhava em uma unidade do sistema prisional na cidade de Araguari (MG), morreu em decorrência da doença.

O policial estava internado no Uberlândia Medical Center, hospital da rede particular do município do Triângulo Mineiro. O Governo do Estado, junto com o Ministério da Saúde, também investiga outros três suspeitas de contaminação por varíola dos macacos. Os casos são de Belo Horizonte, Ouro Preto e Ituiutaba.

Últimas