Minas Gerais Moradores de BH já podem pagar passagem de ônibus pelo celular

Moradores de BH já podem pagar passagem de ônibus pelo celular

Aplicativo permite pagamento com cartão de crédito, boleto e Pix; veja como usar o serviço liberado para as linhas municipais

QR Code pode ser usado para pagar passagens

QR Code pode ser usado para pagar passagens

Geralt / Pixabay / Divulgação / Correio do Povo

Começou a funcionar em Belo Horizonte, nesta terça-feira (1º), uma nova forma de pagamento das passagens de ônibus. Além do dinheiro e do cartão BHBUS, os usuários agora podem utilizar o QR Code para pagar pelo celular.

Segundo a Transfácil (Consórcio Operacional do Transporte Coletivo de Passageiros por Ônibus do Município de Belo Horizonte), a nova forma de pagamento valerá apenas para os ônibus municipais, mas ainda não está disponível nas integrações de linhas, nos suplementares e estações de metrô.

Como usar

Para utilizar o sistema, o usuário deve baixar o aplicativo KIM+, disponível gratuitamente no Google Play ou App Store, e se cadastrar. Na tela inicial, clique na opção "Comprar QR Code" para carregar os créditos. O pagamento pode ser feito por cartão de crédito, transferência, depósito, boleto bancário ou Pix.

Após a compra de créditos, para usar o código de barras, clique em "QR Code Transporte" e, em seguida, vá na opção "Usar QR Code" e indique onde será o embarque. Digite o nome da estação ou número da linha e finalize na opção "Gerar QR Code". 

Para liberar a catraca dos ônibus, os passageiros devem aproximar o código de barras gerado na tela do celular para a câmera do validador. O QR Code vale por apenas 30 minutos e pode ser usado somente na estação ou linha selecionada. Se o código for aberto no celular e não utilizado, o valor volta para o aplicativo novamente, após 24 horas.

Últimas