Minas Gerais Motoristas entram em greve e ruas ficam sem ônibus na Grande BH

Motoristas entram em greve e ruas ficam sem ônibus na Grande BH

Funcionários da Saritur reclamam da demora no pagamento, atrasos do ticket refeição e o não pagamento de férias

  • Minas Gerais | Samuel Resende*, do R7, com RecordTV Minas

Cerca de 150 condutores paralisam as atividades

Cerca de 150 condutores paralisam as atividades

Reprodução/Record TV Minas

Motoristas da Saritur, empresa de transporte coletivo urbano, realizam um protesto na manhã desta quarta-feira (3) em Contagem e Ibirité, na Grande BH. Os condutores reclamam de atrasos no pagamento de salários e do ticket-refeição e o não pagamento de férias.

Cerca de 150 funcionários estão em frente à garagem da empresa, no bairro Jardim Riacho, em Contagem. Segundo os motoristas, não há previsão para que eles deixem o local. Devido à paralisação, ruas e avenidas ficaram vazias nesta madrugada e longas filas foram formadas nos pontos de ônibus em ambos os munícipios.

Nenhum veículo saiu da garagem, o que está afetando os bairros, Palmares A e B, em Ibirité, Lindéia, Regina e Bandeirantes, em Belo Horizonte e Amazonas e Industrial, em Contagem. A Saritur foi procurada pela reportagem, mas ainda não se pronunciou.

O atraso chega à mais de uma semana em alguns casos. Essa situação vem ocorrendo desde o início da pandemia, em março de 2020. Segundo Pedro Silva, um dos participantes do ato, a classe está trabalhando a mesma quantidade de horas e alguns deles estão tendo dificuldade para comprar alimentos para seus filhos.

De acordo com o motorista, um representante da empresa está no local e confirmou que irá pagar o ticket ainda nesta quarta-feira e colocará os salários em dia. O pagamento das férias segue em negociação.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Lucas Pavanelli 

Últimas