Minas Gerais Mulher é presa suspeita de deixar filho com paralisia sozinho em casa

Mulher é presa suspeita de deixar filho com paralisia sozinho em casa

PM disse que jovem de 15 anos foi encontrado morto pela irmã, no bairro Minas Caixa, em BH; mulher havia saído com o namorado na noite anterior

  • Minas Gerais | Caio Silva*, do R7

A Polícia Civil prendeu uma mulher de 31 anos suspeita de abandono de incapaz. Ela teria deixado sozinho em casa o filho de 15 anos, que sofria de paralisia cerebral. Ambos viviam em uma casa no bairro Minas Caixa, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte.

Segundo a corporação, o filho da mulher foi encontrado morto em casa pela irmã, na manhã desta sexta-feira (15). De acordo com a polícia, a suspeita teria saído de casa com o namorado na noite anterior e deixado o filho sozinho. 

Abandono

De acordo com a PM, a corporação foi acionada por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na madrugada desta sexta-feira (13), informando sobre a morte suspeita de Raony de Freitas dos Anjos, de 15 anos. 

De acordo com o boletim de ocorrência da polícia, a tia da vítima foi quem acionou a emergência. Ela contou aos militares que por volta das 4 da manhã recebeu uma ligação da irmã da vítima dizendo que foi ao quarto do garoto e o encontrou gelado e sem respiração. 

Caso aconteceu no bairro Minas Caixa, em Venda Nova

Caso aconteceu no bairro Minas Caixa, em Venda Nova

Reprodução/GoogleMaps

Ainda segundo relatos da tia à policia, ela contou que estava em casa, na cidade de Santa Luzia, na Grande BH, junto com a mãe do adolescente. Assim que recebeu o telefonema, a mulher informou que a suspeita ligou para o namorado para que ele as levassem até a casa onde o garoto morava com os pais. 

Ainda segundo a PM, somente a tia do garoto foi até o local, levada pelo namorado da mãe da vítima. A tia informou aos militares que a suspeita não foi até a casa por estar abalada com a morte do filho. 

Segundo o boletim de ocorrência da PM, os militares foram até a casa da tia em Santa Luzia, onde a mãe do menino estava, para escutar a versão da mulher sobre o caso, mas o namorado e ela não se encontravam no local. 

A PM informou que a perícia da Polícia Civil esteve no local do fato, mas a análise da morte no feita no corpo do adolescente foi inconclusiva. O corpo do garoto foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Belo Horizonte. O caso segue em investigação pela Delegacia de Homicídios de Venda Nova. 

*Estagiário do R7 sob supervisão de Lucas Pavanelli 

Últimas