Minas Gerais Mulher morre após acidente com jet ski em lagoa na Grande BH

Mulher morre após acidente com jet ski em lagoa na Grande BH

Piloto que teria provocado batida fugiu do local; acidente foi o segundo em pouco mais de um ano na represa Várzea das Flores

  • Minas Gerais | Ricardo Vasconcelos e André Rocha, da Record TV Minas

Uma mulher de 30 anos morreu em um acidente entre duas motos aquáticas neste domingo (12), na represa Várzea das Flores, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo o Corpo de Bombeiros, um dos veículos teria batido na traseira do outro, mas as causas do acidente ainda não foram esclarecidas.

Piloto suspeito de provocar acidente fugiu do local

Piloto suspeito de provocar acidente fugiu do local

Reprodução / Pixabay

A vítima Amanda Martins Franco, que estava na garupa de uma das embarcações envolvidas, teve ferimentos na cabeça e parada cardiorrespiratória. Os bombeiros e um médico do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tentaram reanimar a mulher, mas ela não resistiu aos ferimentos.

O piloto do veículo em que a vítima estava, e que também ficou ferido, foi socorrido para o Hospital Municipal de Contagem. Já o suspeito de provocar o acidente teria fugido e a moto aquática dele não foi encontrada.

A Polícia Civil afirmou que um procedimento investigativo apura os fatos e ainda não houve prisão. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Belo Horizonte.

A represa

Este é o segundo acidente com morte em pouco mais de um ano no local. No dia 11 de junho de 2020, Kethlin Faria Soares morreu afogada na lagoa após a lancha em que ela estava naufragar por excesso de passageiros.

A jovem de 20 anos e os amigos estavam em uma festa na embarcação. Segundo a Marinha, a embarcação tinha 14 pessoas a bordo, acima do limite permitido. O corpo dela foi encontrado no dia seguinte, a 10 metros da margem e a seis metros de profundidade.

Segundo testemunhas, o piloto da lancha, Carlos Alberto, conhecido como "capitão",  fugiu do local sem prestar socorro. Após  o acidente, ele foi advertido por pilotar sem habilitação. De acordo com a Marinha, naquele mesmo dia, ele já havia sido advertido por pilotar sem habilitação.

Últimas