Minas Gerais Mulher vítima de violência doméstica liga para a polícia fingindo pedir hambúrguer em MG

Mulher vítima de violência doméstica liga para a polícia fingindo pedir hambúrguer em MG

Vítima estaria sendo agredida e ameaçada pelo marido há pelo menos 14 anos; suspeito tentou resistir à prisão

  • Minas Gerais | Arnon Gonçalves*, do R7

Vítima ligou para o 190 alegando querer
 um hambúrguer

Vítima ligou para o 190 alegando querer um hambúrguer

Reprodução / Pixabay

Uma mulher, que sofria violência doméstica do marido, conseguiu ligar para a polícia ao dizer para o agressor que pediria um hambúrguer, em Governador Valadares, a 315 km de Belo Horizonte, nesta segunda-feira (17). A vítima contou aos policiais que era agredida pelo companheiro havia pelo menos 14 anos e estava sendo ameaçada nos últimos dias com um facão.

No mesmo dia em que fez a ligação para o 190, ela teria sido agredida com socos no estômago, enforcada e ameaçada de morte caso pedisse ajuda a alguém. Assim que a mulher solicitou o lanche, o militar do outro lado da linha entendeu o pedido de socorro e seguiu com o procedimento. No entanto, a vítima passou o endereço do condomínio onde morava, mas não informou qual era o apartamento.

Ao chegar ao local, a polícia ligou novamente para o número dela e quem atendeu foi o companheiro. Os militares disseram que eram entregadores e que estavam aguardando com o lanche na entrada da residência, mas o suspeito desligou a chamada. Ainda assim, eles permaneceram na área e tentaram identificar o bloco onde estaria a vítima; foi quando começaram a ouvir gritos de socorro.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp
· Compartilhe esta notícia no Telegram

Ao identificar a residência, os policiais fizeram a abordagem. O suspeito das agressões tentou resistir à prisão, mas foi preso em flagrante pelos policiais e conduzido para a delegacia.

* Estagiário sob supervisão de Maria Luíza Reis

Últimas