Minas Gerais Nova Lima (MG) proíbe consumo de bebidas alcoólicas em restaurantes

Nova Lima (MG) proíbe consumo de bebidas alcoólicas em restaurantes

Estabelecimentos também não vão poder colocar mesas nas calçadas e os clientes só poderão ficar no local por 1 hora; cidade adota reabertura parcial

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Bares tiveram aglomerações na última semana

Bares tiveram aglomerações na última semana

Reprodução / Record TV Minas

A Prefeitura de Nova Lima, na região metropolitana, proibiu o consumo de bebidas alcoólicas nos restaurantes da cidade a partir desta segunda-feira (11).

A decisão aconteceu após a cidade registrar aglomeração de moradores nos comércios de comida, que voltaram a funcionar na última terça-feira (5).

O novo decreto divulgado pela prefeitura, neste domingo (10), muda regras de abertura para os estabelecimentos. Com as novas medidas, os clientes vão poder ficar apenas hora dentro das lojas e o comércio não poderá colocar mesas nas calçadas.

A cidade já havia estabelecido que os restaurantes só podem autorizar o consumo no local para até 1/3 da capacidade de clientes. Os empresários deverão garantir, ainda, distância mínima de 1,5 metro entre clientes e funcionários. As mesas deverão ser colocadas a dois metros umas das outras. As orientações também valem para lanchonetes e padarias.

No dia 5 de maio, a prefeitura também liberou a volta parcial de comércios varejistas e serviços de escritórios. Todos devem seguir regras de higienização e distanciamento.

O cronograma oficial prevê a volta parcial dos bares a partir do dia 19 de maio, quando também serão liberadas as atividades físicas ao ar livre – com exceção das academias da prefeitura instaladas nas praças. Em 3 de junho, serviços que tiveram com horário reduzido poderão retornar à escala normal.

Balanço

Nova Lima tem 93 casos confirmados de covid-19 e nenhuma morte registrada. Em Minas Gerais, segundo a SES (Secretaria de Estado de Saúde), até esta segunda-feira (11), os contaminados somam 3.320 e os óbitos, 121.

Veja mais:

Últimas