Minas Gerais Operação apreende R$ 1 milhão com quadrilha de tráfico de drogas

Operação apreende R$ 1 milhão com quadrilha de tráfico de drogas

Segundo MP, organização era comandada de dentro do presídio e distribuía drogas para aglomerados da Grande BH e Vitória (ES) 

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, com Giovana Maldini*, do R7

Casas e comércios de envolvidos foram investigados

Casas e comércios de envolvidos foram investigados

Alex Lanza / MPMG

O MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) deflagrou, nesta quinta-feira (22) a operação Lock Down, que cumpre mandados de prisão e busca e apreensão contra uma organização que estaria envolvida com tráfico de drogas e é comandada de dentro de um presídio.

O grupo seria responsável pela distribuição e abastecimento de entorpecentes para os aglomerados da região metropolitana de Belo Horizonte e de Vitória, capital do Espírito Santo. 

O objetivo da operação é cumprir 13 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão preventiva, que foram expedidos pela 4ª Vara de Tóxicos, Organização Criminosa e Lavagem de Bens e Valores da Comarca de Belo Horizonte. Durante as investigações, foram apreendidos 40 kg de cocaína e 500 kg de maconha, além de R$ 1 milhão em espécie.

Veja também: Operação prende 30 envolvidos com crimes em MG e no RJ

Investigação

A Justiça autorizou entrada dos agentes em comércios e casas de Belo Horizonte e de três municípios dos estados do Espírito Santo e do Rio de Janeiro, que seriam de pessoas investigadas por envolvimento com crimes de tráfico interestadual de drogas e lavagem de dinheiro.

Ainda segundo o órgão, o grupo contava com o apoio de uma advogada, que prestava assessoria jurídica ao líder da organização. Além disso, ela também passava informações sobre investigações em andamento e divulgava dados disponíveis em bancos de acesso restrito.

A operação deflagrada pelo MPMG, por meio Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Belo Horizonte, tem apoio dos Ministérios Públicos do Espírito Santo e do Rio de Janeiro, do Batalhão Rotam, do Batalhão de Polícia de Choque e da Companhia Independente de Policiamento do Cães da Polícia Militar.

A ação teve participação 91 policiais militares de Minas Gerais, nove do Espírito Santo e oito do Rio de Janeiro, além de cinco promotores de justiça dos três estados.

Durante investigações, foram apreendidas drogas e R$ 1 milhão em espécie

Durante investigações, foram apreendidas drogas e R$ 1 milhão em espécie

Alex Lanza / MPMG

*Estagiária do R7, sob supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas