Minas Gerais Operação fiscaliza mineradoras e empresas que fizeram intervenções na Serra do Curral (MG)

Operação fiscaliza mineradoras e empresas que fizeram intervenções na Serra do Curral (MG)

Segundo a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, a ação tem 23 alvos, incluindo suspeitos de construção irregular e queimadas

  • Minas Gerais | Ana Gomes, Do R7, e Túlio Lopes, da Record TV Minas

Ação é realizada em conjunto com a PM

Ação é realizada em conjunto com a PM

PBH/Divulgação

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente realizou, na manhã desta segunda-feira (11), uma operação de fiscalização em empreendimentos na Serra do Curral, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com informações da pasta, a ação tem 23 alvos, sendo quatro mineradoras e outros suspeitos de construção irregular e queimadas na área.

Segundo o Governo de Minas Gerais, a operação, que deve durar por mais dois dias, vai fiscalizar a área que foi acautelada recentemente pelo Iepha-MG (Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais).

Além de profissionais da Secretaria, dez militares do Batalhão de Polícia do Meio Ambiente irão atuar na ação. Os profissionais vão fiscalizar as empresas e se houve intervenções na flora e recursos hídricos sem regularização.

Acautelamento

No dia 21 de junho deste ano, uma portaria oficializou o acautelamento provisório da Serra do Curral. Como a medida, expansões ou novos empreendimentos precisam de aprovação do órgão para atuar na área preservada.

A decisão provisória ficará em vigor até o desfecho do processo de Tombamento da Serra do Curral pelo Conep (Conselho Estadual de Patrimônio Cultural).

A preservação da Serra do Curral entrou em debate depois que uma mineradora conseguiu uma licença ambiental para um complexo na região. Desde então, especialistas e profissionais ligados ao meio ambiente tentam impedir a mineração no local.

Últimas