Minas Gerais Operação investiga fraudes no programa Bolsa Moradia em MG

Operação investiga fraudes no programa Bolsa Moradia em MG

Polícia Civil e MP fizeram buscas no gabinete de vereador e candidato a prefeito de Contagem; servidores públicos também são investigados

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Polícia fez buscas no gabinete de vereador

Polícia fez buscas no gabinete de vereador

Reprodução / Street View

A Polícia Civil e o MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) realizam, nesta quarta-feira (28), uma operação contra desvio de recursos do programa Bolsa Moradia, da cidade de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Durante a manhã, os agentes fizeram buscas no gabinete do vereador licenciado e candidato à prefeito da cidade, Ivayr Soalheiro (PDT).

Segundo a Polícia Civil, servidores públicos e empresários também estão na mira da investigação, que apura o desvio de até R$ 4 milhões.

Ao todo, são cumpridos 31 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária na cidades de Belo Horizonte, Contagem, Oliveira, Baldim, Jaboticatubas, Lagoa Santa e Ribeirão das Neves.

O MP e a Polícia Civil ainda não detalharam qual seria a participação dos envolvidos. Os investigadores vão apresentar mais informações sobre a operação batizada de "Aluga-se" durante coletiva nesta tarde.

Em nota, a Câmara Municipal de Contagem confirmou o cumprimento de mandado de busca e apreensão no gabinete de Ivayr Soalheiro. O órgão informou que vai se manifestar em breve sobre a ação.

Procurado, o candidato Ivayr Soalheiro defendeu que não tem relação com os supostos desvios e afirmou estar sendo "vítima de perseguição política".

Veja a íntegra da nota de Soalheiro:

"- O vereador “licenciado” Ivayr Soalheiro é vítima de perseguição política, devido estar em segundo lugar em todas as pesquisas a prefeitura de Contagem;

- Ele não tem nenhum envolvimento nas denúncias em apuração e confia na apuração dos órgãos de investigação para punir os verdadeiros culpados.

- Sua vida sempre foi pautada pela honestidade e transparência. Ivayr está profundamente indignado com a fraude ocorrida no Programa Bolsa Moradia, supostamente, realizada por um ex-servidor da sub-secretaria de Habitação da Prefeitura de Contagem, que era autônomo e funcionava em prédio distinto.

- O parlamentar informa que assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Urbano no final de 2017, sendo que a secretaria-adjunta de Habitação foi incorporada a mesma, em maio de 2018, decorrente da reforma administrativa realizada pela Prefeitura de Contagem;

- Os recursos do Bolsa Moradia são monitorados por leis específicas do município, em ação conjunta com outras secretarias, e com o controle dos órgãos internos;

- Ivayr Soalheiro foi um dos primeiros a apoiar a petição para instalação da CPI pela Câmara Municipal. Ele compreende que os fatos deverão ser apurados por todos os órgãos e os envolvidos exemplarmente punidos."

Últimas