Minas Gerais Operação prende 11 suspeitos ligados a célula do PCC em Minas

Operação prende 11 suspeitos ligados a célula do PCC em Minas

Presos são suspeitos de integrarem facção paulista em cidades do Sul de Minas; preso comandava grupo de dentro de presídio em Uberaba (MG)

Preso ordenava crimes de dentro de presídio em Minas

Preso ordenava crimes de dentro de presídio em Minas

Reprodução / Google Maps

Onze pessoas, suspeitos de ligação com o PCC (Primeiro Comando da Capital), foram presos em operação do Ministério Público.

A operação Invisíveis foi deflagrada nas cidades de Três Corações e Uberaba, que ficam, respectivamente, a 287 km e 481 km de Belo Horizonte. Além dos 11 mandados de prisão preventiva, foram cumpridos outros nove mandados de busca e apreensão em endereços localizados nas duas cidades.

Veja: Líder do Comando Vermelho do Pará é preso em Minas

Os presos são suspeitos de integrarem uma organização criminosa que funcionava como uma célula da facção paulista em Minas Gerais. A denúncia oferecida pelo MPMG inclui 39 crimes, entre eles tráfico de drogas, venda de armas de fogo e roubos.

Segundo o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), durante as investigações, que duraram um ano, foram realizadas diversas prisões em flagrantes de suspeitos de venda de maconha, crack e cocaína.

Um dos suspeitos, apontado como líder do grupo e preso em 2017, comandava as ações dessa célula do PCC de dentro da Penitenciária de Uberaba.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli.

Últimas