Minas Gerais Outro adolescente pode ter dado apoio para ataque em escola em MG

Outro adolescente pode ter dado apoio para ataque em escola em MG

Jovem foi identificado, detido e será ouvido pela Polícia Civil; ele teria ficado do lado de fora da escola para dar cobertura ao autor dos disparos

Estudante queria atirar em duas alunas da escola

Estudante queria atirar em duas alunas da escola

Divulgação / Record TV Minas

Um segundo adolescente foi detido suspeito de ter dado apoio ao ataque a uma escola em na zona rural de Caraí, a 540 km de Belo Horizonte, na região do Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, nesta quinta-feira (7).

De acordo com a Polícia Civil, o menor teria ficado do lado de fora da escola, “acobertando” a ação. O jovem, que já foi identificado, será ouvido pela corporação.

O padrasto do jovem também foi detido por omissão de cautela. Segundo a Polícia Militar, J.M.G.C. de 80 anos, seria o dono da garrucha usada no crime.

Segundo o tenente-coronel Fábio Marinho, da Polícia Militar, o jovem ficou inconformado por não ter sido correpondido por duas jovens que ele estava interessado. 

O ataque

O estudante, de 17 anos, pulou o muro da escola na manhã de hoje e disparou contra duas meninas, dentro de uma sala de aula. O adolescente estava armado com uma garrucha, um facão e uma pistola falsa. Ao perceber o ataque, uma professora e um estudante tentaram impedir a entrada.

Durante o tiroteio dois estudantes foram feridos. M.A.B.S., de 16 anos, foi atingido no pescoço é F.F.P., da mesma idade, foi acertado no braço. Os dois adolescentes foram levados para o Hospital Nossa Senhora Mãe, na cidade de Padre Paraíso, a 15 km de distância.

Segundo a unidade de saúde, os feridos foram atendidos imediatamente. Um deles passou por uma transfusão de sangue é será transferido pela Teófilo Otoni. A instituição não comentou o estado de saúde do outro jovem.

O suspeito do ataque foi detido e levado para a delegacia de Novo Cruzeiro, a 76 km de distância, onde ele vai ser ouvido pela Polícia Civil.

*Estagiária do R7, spb supervisão de Lucas Pavanelli