Minas Gerais Pai confessa que estuprou filha durante 2 anos no interior de MG

Pai confessa que estuprou filha durante 2 anos no interior de MG

Suspeito foi preso após jovem relatar abusos a uma tia em Varginha (MG); pai ainda teria ameaçado filha de morte 

Uma jovem de 15 anos afirma ter sido abusada sexualmente durante 5 anos pelo pai, de 35 anos, em Varginha, a 320 km de Belo Horizonte. O suspeito foi preso e confessou ter mantido relações sexuais com a adolescente durante um período de dois anos.

O caso foi descoberto no último domingo (24), após a jovem ligar para uma tia relatando estar sendo abusada. A familiar, que prefere não se identificar, conta ter recebido uma ligação da sobrinha durante à noite.

— Ela ligou chorando, dizendo que estava sendo abusada. A gente não entendeu e foi até onde ela estava. Ela contou que o pai estava abusando dela há 5 anos, que ameaçava ela, que dizia que ia matar ela. Para a gente, foi um choque.

Homem confessou ter estuprado a filha

Homem confessou ter estuprado a filha

Reprodução / Record TV Minas

Ao descobrirem a história, a família materna da jovem procurou o suspeito, que teria se descontrolado e ameaçado os parentes com uma faca. Ele tentou golpear a tia da adolescente, mas foi impedido pelo marido da mulher, que o agrediu com um capacete de motociclista.

A Polícia Militar foi acionada e registrou um boletim de ocorrência com cinco crimes apontados: ameaça, violência doméstica, estupro de vulnerável, lesão corporal e abuso sexual. Aos militares, a vítima relatou aos policiais que o pai teria dito que “se ela não fosse dele, não seria de mais ninguém”.

Segundo a Polícia Militar, o homem confessou ter mantido relações sexuais com a filha durante dois anos. Ele também teria tentado se desfazer do aparelho celular dele, que continha ameaças enviadas para a filha.

Os pais da vítima são divorciados. Após o término do relacionamento deles, a menina foi morar com os avós maternos e, depois, para a casa dos avós paternos. No início da adolescência, ela decidiu morar com o pai. A mãe da adolescente alega que já foi ameaçada pelo ex-marido. A tia da jovem afirma que o pai tinha “ciúmes controladores” pela filha e impedia que ela saísse de casa até para tomar sorvete com o namorado.

A adolescente já passou por um exame de corpo de delito e, agora, está morando com uma tia, que deve solicitar a guarda da jovem. Já o suspeito foi preso em flagrante por ameaça e violência psicológica e transferido para o Presídio de Varginha.

Últimas