Minas Gerais PM apura prisão de suspeito de arremessar ovos em manifestantes

PM apura prisão de suspeito de arremessar ovos em manifestantes

Caso aconteceu no último domingo (2), em BH; vídeo mostra o momento em que militares prendem o homem em apartamento

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Policiais prenderam suspeito em apartamento

Policiais prenderam suspeito em apartamento

Reprodução / redes sociais

A PM (Polícia Militar) abriu um procedimento administrativo para apurar as circunstâncias da prisão de um homem suspeito de arremessar ovos em manifestantes em Belo Horizonte, no último domingo (2).

Segundo a denúncia, o homem teria feito os arremessos de dentro do apartamento onde mora, na região Central. No momento, ocorria manifestações de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na cidade.

Uma gravação feita durante a prisão mostra o policiais militares dentro da casa algemando o suspeito. Ele tenta conversar ao telefone com uma pessoa, que parece ser um advogado, para relatar que estava sendo preso sem saber o artigo que o enquadraria. Um dos militares insiste para ele desligar a ligação.

O deputado estadual Bartô (Novo) acompanhou a prisão. As imagens mostram ele apenas do lado de fora do apartamento. Ao final do vídeo, ele relata à mulher que gravava que denúncias apontavam que os arremessos de objetos seriam recorrentes no apartamento. A mulher nega.

Durante reunião na ALMG nesta terça-feira (4), Bartô afirmou que os militares entraram na casa após autorização da família e relatou que sofreu ataques após o fato. "Nunca entrei na casa do cidadão. Nunca afirmei que ele seria autor de qualquer crime que seja. Não houve invasão da minha parte, nem da PM", disse o parlamentar.

O homem envolvido na ocorrência foi solto após prestar esclarecimentos.

Últimas