Minas Gerais Polícia apura áudio racista gravado após jovem ganhar concurso

Polícia apura áudio racista gravado após jovem ganhar concurso

Moradora de Santo Antônio do Amparo (MG) teria afirmado que "negros mandam em tudo" e que "brancos são prejudicados"

A Polícia Civil apura um áudio racista gravado e divulgado nas redes sociais após uma jovem de 19 anos ser eleita “rainha da cidade” em um concurso de beleza em Santo Antônio do Amparo, a 172 km de Belo Horizonte.

Maíza de Oliveira ganhou a competição após receber os votos dos jurados e também o voto popular, derrotando outras duas concorrentes na grande final. Logo após o resultado, divulgado no último final de semana, uma mulher enviou um áudio em um grupo de mensagens da cidade criticando a vitória de Maíza com termos preconceituosos.

"Gente, eu estava na roça e agora que eu vi o resultado. Ah, vou contar uma coisa para vocês: esse negócio de inclusão social tá f*. É preto (sic) que está mandando em tudo mesmo. É cota na escola, é cota aqui, é cota ali", diz a voz na gravação.

Em outra parte da mensagem, a suspeita alega que as pessoas brancas estão sendo prejudicadas e afirma que, se as pessoas “entrarem em um tanque de creolina” para escurecer a pele, “elas vão ganhar tudinho”.

No discurso de vitória, antes mesmo de ter acesso às gravações, a modelo confessou ter sido criticada a vida inteira pela sua aparência e comemorou a conquista.

Jovem alega ter reconhecido voz da suspeita

Jovem alega ter reconhecido voz da suspeita

Reprodução / Record TV Minas

— Hoje, ser a rainha da cidade é uma conquista muito grande para mim e para vocês, meninas que também se sentem inseguras. Não desistam. Eu consegui e vocês conseguem também.

O concurso de beleza, promovido pela prefeitura em comemoração ao aniversário de 72 anos da cidade, teve jurados de outras cidades, para que a disputa fosse neutra e sem possíveis influências familiares.

A vítima, que não quis gravar entrevista, registrou um boletim de ocorrência em que cita o nome da suspeita do crime. A Polícia Civil informou, em nota, que abriu um inquérito para apurar o caso e que os envolvidos no caso serão ouvidos nos próximos dias.

Últimas