Minas Gerais Polícia desmonta esquema de prostituição de luxo na região centro-sul de Belo Horizonte

Polícia desmonta esquema de prostituição de luxo na região centro-sul de Belo Horizonte

Três foram presos; agentes descobriram 15 meninas na casa, que cobrava R$ 270 por programa

Um casal que explorava prostitutas e o gerente do negócio foram presos em Belo Horizonte durante operação da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher. O trio será apresentado pela Polícia Civil nesta quinta-feira (12).

Leia mais notícias no R7 Minas

Foram encontradas 15 garotas em um imóvel no Santo Agostinho, região centro-sul de BH que tem alguns dos imóveis mais caros da cidade. As investigações apontam que eram cobrados R$ 270 por cada programa sexual, além de R$ 60 de cada cliente para entrar no estabelecimento.

No momento das prisões, quatro casais ocupavam os quartos. José Carlos Souza Sá e Maria de Souza Sá, que comandavam o negócio, além de Marcos Robeiro Pereira, o gerente do estabelecimento.

A prostituição é permitida no Brasil, mas a exploração da atividade por terceiros é proibida pelo Código Penal.

Últimas