Polícia investiga participação de agentes em desafio na internet

Policiais divulgaram vídeos em redes socais em que aparecem com a farda e objetos de trabalho; servidores de todo país participaram da brincadeira

Conduta dos agentes são investigadas

Conduta dos agentes são investigadas

Reprodução/ Record Tv Minas

As Corregedorias da Polícia Civil e da Polícia Militar de Minas Gerais investigam a conduta de agentes que usaram objetos e a farda de trabalho para gravar vídeos de uma brincadeira na internet.

No desafio, servidores usam algemas e até mesmo distintivos.  Nas imagens, os agentes também brincam com a máscara de proteção contra a covid-19. Para o advogada criminalista Lucas Laire, a situação pode configurar uma transgressão disciplinar.

— Você tem o artigo 296 parágrafo, onde você tem a previsão de que o uso indevido de marcas da administração pública, seja ela direta ou indireta, pode ter uma pena até de seis anos, com o aumento de 1/6 se for praticada por servidores públicos.

Ainda segundo o criminalista, o policial prescisa manter uma conduta respeitosa  mesmo que fora do horário de trabalho, uma vez que ele representa a intituição.

Em nota a Polícia Militar de Minas Gerais informou que a corporação possui normas internas referentes ao uso e exposição do fardamento. Assim, o material encontra-se em análise para verificar se há configuração de alguma transgressão disciplinar.

Já a corregedoria da Polícia Civil instaurou procedimento para apurar a conduta dos servidores e as penalidades cabíveis.

Veja mais

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento