Minas Gerais Polícia Militar prende suspeito de matar mulher trans em MG

Polícia Militar prende suspeito de matar mulher trans em MG

Homem deu 11 tiros na vítima, segundo a polícia; ele foi levado para a delegacia de plantão, no bairro Nações Unidas, em Sabará

  • Minas Gerais | Rosildo Mendes, da Record TV Minas

Kelly Keize levou 11 tiros

Kelly Keize levou 11 tiros

Divulgação/ redes sociais

A Polícia Militar prendeu, na tarde deste domingo (17), um homem suspeito de ter matado uma mulher trans com 11 tiros durante a madrugada. Com o suspeito foram apreendidas duas armas e drogas.

Kelly Keyze Rosa da Silva, de 32 anos, foi assassinada com 11 tiros quando estava dentro de um bar. Ela estava em companhia de um irmão quando foi surpreendida por seis pessoas que surgiram de uma mata.

O suspeito de efetuar os disparos é Tiago Ferreira dos Santos, mais conhecido como Tiaguinho, de 19 anos. Ele foi levado para a delegacia de plantão, no bairro Nações Unidas, em Sabará.

O crime aconteceu no bairro Emboabas, em  Caeté, na Grande Belo Horizonte. Imagens do circuito de segurança ajudaram na prisão do suspeito. A motivação ainda não foi informada.

Segundo a polícia, o suspeito entrou no bar armado e atirou nas costas, no pescoço, no peito, nas nádegas e nos braços da vítima.  A Polícia Militar ainda tenta localizar os outros suspeitos para prendê-los.

O irmão da vítima disse à polícia que eles estavam no estabelecimento bebendo cerveja quando de repente Tiaguinho e outros cinco indivíduos saíram de uma mata em frente ao bar. Ainda conforme o irmão de Kelly, Tiaguinho se aproximou da vítima pelas costas e atirou várias vezes contra ela. O corpo da vítima foi levado para o IML.

Últimas