Minas Gerais Polícia procura marido suspeito de espancar mulher a pauladas em MG

Polícia procura marido suspeito de espancar mulher a pauladas em MG

Segundo a família, o casal se preparava para a separação; vítima sofreu fraturas expostas nos braços e está internada em Belo Horizonte

  • Minas Gerais | Luiz Casoni, da Record TV Minas

A Polícia Civil procura um homem suspeito de espancar a esposa a pauladas em José Raydan, a 305 km de Belo Horizonte. A vítima está internada no Hospital João 23, na capital mineira.

A mulher vivia com o companheiro há três anos. De acordo com familiares, a vítima vinha sendo agredida verbalmente pelo suspeito, que teria partido para a violência física nas últimas semanas. A sobrinha da vítima, Márcia Felipe, afirma que ela estava tentando se separar.

— O marido dela pediu para ela não comentar com ninguém sobre o divórcio. Ele disse que iria procurar um advogado e que o divórcio seria feito no dia 13.

Mesmo assim, os parentes temiam que ela continuasse sendo vítima da violência do companheiro. No dia da agressão, o filho da vítima ligou para a mãe e disse que iria buscá-la. Márcia Felipe diz que o marido da tia ficou revoltado ao saber que os familiares tinham conhecimento da separação e, neste momento, partiu para a agressão.

Vítima sofreu fraturas expostas nos braços

Vítima sofreu fraturas expostas nos braços

Reprodução / Record TV Minas

— Ele tentou estrangulá-la e ela desmaiou. Na sequência ele pisou o seio dela e deu pauladas na cabeça e nos braços da minha tia. Inclusive ela teve duas fraturas no braço.

A mulher foi socorrida com várias lesões pelo corpo. Ela foi encaminhada para o hospital de José Raydan, mas, por conta da gravidade da situação, foi transferida para o Hospital João 23, na capital mineira. A vítima levou 11 pontos na cabeça, apresenta hematomas no corpo, uma lesão no olho e, por causa das fraturas expostas no braço, irá passar por duas cirurgias em breve.

O suspeito de agredir a vítima fugiu por meio de um matagal na cidade. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Últimas