Minas Gerais Prefeito da Grande BH se aventura como tiktoker: "Rir é um remédio"

Prefeito da Grande BH se aventura como tiktoker: "Rir é um remédio"

Christiano Xavier, que também é delegado, aproveita as horas vagas para fazer vídeos bem-humorados sobre o mundo policial

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Há quase dois meses, estar com a família não é o único compromisso das horas vagas de Christiano Xavier (PSD), prefeito de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Entre uma agenda e outra, o político agora aproveita o tempo livre gravando vídeos de humor para as suas redes sociais.

Aos 44 anos e chefe do Executivo Municipal pelo segundo mandato seguido, Xavier, que também é delegado, não tem cerimônia para se definir como um influenciador digital ou tiktoker – termo que se refere às pessoas que produzem conteúdo na plataforma TikTok, famosa principalmente entre o público jovem.

Vídeos surgem de ideias súbitas, conta prefeito

Vídeos surgem de ideias súbitas, conta prefeito

Reprodução / Rede sociais

O aplicativo foi apresentado a ele pelo filho de seis anos, que costuma passar parte do dia usando a rede social, com monitoramento da família.

Para "arrancar risadas" dos seguidores, Xavier gosta de fazer vídeos comparando os policiais "raízes e nutellas", termos populares entre internautas para definir, respectivamente, as pessoas mais tradicionais e as mais modernas em determinados assuntos.

— Durante as jornadas pelas delegacias, a gente vai captando as curiosidades dos esteriótipos dos policiais. Fazer essa brincadeira foi uma maneira que encontrei de estar presente [no meio policial], que gosto muito, já que estou afastado [devido ao cargo de prefeito].

Os vídeos também são compartilhados no perfil do prefeito no Instagram, onde sua audiência é maior, com mais de 81 mil seguidores. Desde que começou a publicar as esquetes, o delegado que se define como "meio termo mais puxado para o raiz" ganhou mais 10 mil amigos nas duas redes sociais.

O prefeito tem a ajuda de um amigo para a edição dos vídeos e de outro que participa das encenações. As histórias, na maioria das vezes, são construídas a partir de ideias súbitas que surgem em sua mente.

— Apenas um ou outro vídeo precisei gravar duas vezes para acertar. Não tem script. Não é nada muito bem elaborado. Eu acho que é por isto que faz sucesso.

Reações

Apesar de comentar sobre o lado artístico com tranquilidade, Christiano Xavier já teve receio de ser criticado pelo tom de brincadeira vindo de um prefeito.

No entanto, o político, eleito após sua antecessora renunciar em meio a uma investigação de possível envolvimento com a morte de um jornalista, conta que foi surpreendido com a reação dos moradores do município que tem a sexta maior população da Grande BH, com 220 mil habitantes.

— Claro que a cidade tem demandas infinitas, mas pelo que eu entendi não houve reclamações porque o trabalho está sendo bem-feito. Também não vi ninguém ofendido. Pelo contrário, estão me dando sugestões de temas.

Xavier define suas gravações como "uma brincadeira" e diz não ter ambição de ganhar fama com elas. Mesmo assim, revela que já tem quatro novos episódios gravados e garante produzir enquanto tiver repertório.

— O povo está querendo se divertir e dar risada porque a vida já é muito pesada. O povo está precisando de rir. Rir é um santo remédio.

Últimas