Minas Gerais Prefeito de Juiz de Fora (MG) tem 58,8% de desaprovação, diz pesquisa

Prefeito de Juiz de Fora (MG) tem 58,8% de desaprovação, diz pesquisa

Instituto Paraná Pesquisas também aponta que 60,4%, dos eleitores da cidade da Zona da Mata mineira aprovam a gestão do governador Romeu Zema

Almas assumiu a prefeitura em 2018

Almas assumiu a prefeitura em 2018

Reprodução / Facebook

O Instituto Paraná Pesquisas divulgou, nesta quarta-feira (3), um levantamento que mostra que 58,8% dos eleitores de Juiz de Fora, cidade mais populosa da Zona da Mata Mineira, desaprovam a gestão do atual prefeito Antônio Almas (PSDB). O índice de aprovação do chefe do Executivo Municipal foi de 35,4%, enquanto 5,8% dos entrevistados não quiseram ou não souberam opinar.

Questionados sobre como está sendo a gestão de Almas, 17,9% avaliaram como ótima ou boa; 33,2% como regular; 45,9% como ruim ou péssima e 3% não souberam ou não quiseram opinar.

O médico Antônio Almas foi eleito vice-prefeito no pleito de 2016 e assumiu o comando da prefeitura em 2018, após Bruno Siqueira (MDB) deixar o cargo para concorrer a uma cadeira de deputado estadual no ano passado.

Na pesquisa, os eleitores apontaram a saúde (44,9%) como o maior problema enfrentado na cidade atualmente. A conservação de ruas preocupa 12,9% da população; educação, 7,8%; segurança pública, 6,1% e infraestrutura, 5%.

O R7 não localizou o prefeito para comentar a pesquisa.


Eleições

O Instituto Paraná Pesquisas também perguntou aos eleitores em quem eles pretendem votar caso as eleições locais ocorressem hoje. Foram apresentados três cenários com diferentes possíveis candidatos.

Em todos, a deputada estadual delegada Sheila (PSL) lidera a preferência do eleitorado. A parlamentar informou ao R7 que não tem pensado em lançar sua candidatura em 2020.

— Tenho me dedicado exclusivamente ao mandato, trabalhando na Assembleia Legislativa focada nas quatro diretrizes que nortearam minha campanha: devolver o protagonismo da Zona da Mata, defender a infância, lutar pela segurança pública e trabalhar muito na defesa dos direitos das mulheres e pela representatividade feminina.

A reportagem procurou a deputada federal Margarida Salomão, que ocupa o segundo lugar no ranking. Ela informou que considera o cenário indefinido, seja pela conturbação do ambiente político ou seja pelo distância do processo eleitoral. Sobre sua candidatura, Margarida explicou que o tema será discutido dentro do seu partido em um momento oportuno. 

Confira os números da pesquisa:

Cenário 1

Delegada Sheila: 25%
Margarida Salomão: 22%
Wilson da Rezato: 15,8%
Noraldino Júnior: 8,4%
Sebastião Helvécio: 5%
Antônio Almas: 4,2%
Renato Loures da Santa Casa: 2%
Renato Machado: 1,4%
Hugo Borges: 0,3%

Nenhum dos nomes apresentados: 11,2%
Não sabem: 4,7%

Cenário 2

Delegada Sheila: 25,9%
Margarida Salomão: 23,1%
Wilson da Rezato: 17,5%
Noraldino Júnior: 9,8%
Antônio Almas: 5,6%

Nenhum dos nomes apresentados: 12,8%
Não sabem: 5,3%

Cenário 3

Delegada Sheila: 31,4%
Margarida Salomão: 28,2%
Wilson da Rezato: 22,2%

Nenhum dos nomes apresentados: 13,7%
Não sabem: 4,5%

Governo Estadual

Os entrevistados também avaliaram a gestão do governador Romeu Zema (Novo). Neste caso, o índice de aprovação foi de 60,4%, enquanto o de desaprovação foi de 32,6%. Os eleitores que não souberam ou não quiseram opinar somam 7%.

A população comentou o que acha sobre a administração do Governo Estadual: 39,9% afirmaram considerar ótima ou boa; 32,8% regular; 24,3% ruim ou péssima.

Custódio Mattos deixa Secretaria de Governo de Minas Gerais

O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 641 eleitores de Juiz de Fora, entre os dias 29 de agosto e 1º de setembro deste ano. Cerca de 20% das entrevistas foram auditadas simultaneamente. O grau de confiança é de 95% e a margem de erro é de 4% para os resultados gerais.

A Paraná Pesquisas é registrada no Conselho Regional de Estatística das 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Regiões sob o número 3122/19.