Minas Gerais Prefeitura de BH multa filho do prefeito por má conservação de lote

Prefeitura de BH multa filho do prefeito por má conservação de lote

O médico Felipe Kalil, filho do prefeito Alexandre Kalil, foi autuado em 2017 por não roçar a grama de um terreno e não conservar a calçada do lote

Multa foi publicada quase três anos depois

Multa foi publicada quase três anos depois

Reprodução/Google Maps

A Prefeitura de Belo Horizonte multou por duas vezes o filho do prefeito Alexandre Kalil (PSD), o médico Felipe Naves Kalil. As autuações são de dezembro de 2017 e só foram publicadas neste fim de semana no Diário Oficial do Município. A prefeitura não divulgou o valor das multas.

Na primeira autuação, feita pela Diretoria Regional de Fiscalização Pampulha, Felipe foi notificado por deixar de "roçar ou limpar terreno ou deixar de realizar drenagem no terreno, não providenciando condições adequadas para o escoamento das águas pluviais".

Já a segunda autuação foi por "deixar de construir, manter ou conservar em perfeito estado o passeio em frente ao imóvel". O terreno está localizado no bairro Castelo, na região da Pampulha.

De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte, o município tem prazo de cinco anos para efetivar o lançamento das multas e ressalta que "são realizadas ações rotineiras para a manutenção e conservação de lotes vagos. Neste ano foram efetuadas novas vistorias, com emissão de notificação para que o proprietário mantenha a limpeza e a conservação do lote".

Últimas