Minas Gerais Prefeitura de BH não tem previsão para ampliação de aulas presenciais

Prefeitura de BH não tem previsão para ampliação de aulas presenciais

Por enquanto, apenas as crianças de 0 a 5 anos podem frequentar as escolas; equipe vai observar dados da pandemia para decisão

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Escolas devem adotar protocolos de segurança

Escolas devem adotar protocolos de segurança

Reprodução/RecordTV Minas

A Prefeitura de Belo Horizonte ainda não tem previsão de quando mais alunos poderão frequentar as aulas presenciais na cidade.

A informação foi divulgada pelo Secretário de Planejamento e Gestão, André Reis, nesta quinta-feira (6).

De acordo com o representante da equipe do prefeito Alexandre Kalil, uma possível ampliação para funcionamento das escolas depende de como os dados da pandemia vão se comportar.

— Ainda precisamos entender o movimento da cidade. Depende de acompanhamento e estudo. Estamos conversando, mas agora o comitê vai observar como será o impacto na cidade com essa nova flexibilização.

Conforme adiantado pela reportagem, as aulas presenciais na capital mineira estão autorizadas desde o último dia 26 de abril. Esta foi a primeira vez que os colégios reabriram em 13 meses de pandemia. A presença nas aulas não é obrigatória. As escolas precisam manter um sistema de ensino remoto e fazer rodoízio com os alunos. Por enquanto, apenas crianças de 0 a 5 anos podem frequentar as aulas presenciais.

Últimas