Minas Gerais Prefeitura de Mariana (MG) institui 'rodízio de CPF' nos supermercados

Prefeitura de Mariana (MG) institui 'rodízio de CPF' nos supermercados

Moradores só poderão entrar nos estabelecimentos a cada dois dias, de acordo com o último algarismo do CPF; rodízio começa nesta quinta-feira

Entrada em supermercado depende de CPF

Entrada em supermercado depende de CPF

Reprodução/Google Maps

A partir desta quinta-feira (17), moradores de Mariana, a 110 km de Belo Horizonte, poderão entrar em supermercados a cada dois dias. Isso porque a prefeitura da cidade instituiu um "rodízio" para entrada nesses estabelecimentos a partir do número de CPF de cada cidadão.

Os moradores cujo CPF termina em algarismo par (0, 2, 4, 6 e 8) só poderão ir aos supermercados em dias pares do mês. Já os moradores cujo CPF termina em algarismo ímpar (1, 3, 5, 7 e 9), só poderão ir a esses estabelecimentos em dias ímpares.

A medida foi divulgada pela página da Prefeitura de Mariana em uma rede social e tem sido criticada por moradores.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pelo Executivo municipal nesta quarta-feira (16), 24 pessoas morreram em decorrência da covid-19 na cidade, além de 2.913 casos confirmados.

Últimas