Minas Gerais Professores da Ufop aderem ao movimento nacional e entram em greve

Professores da Ufop aderem ao movimento nacional e entram em greve

Paralisação começou nesta segunda-feira (13) e não tem data para terminar

Professores da Ufop aderem ao movimento nacional e entram em greve

Professores da Ufop (Universidade Federal de Ouro Preto) iniciaram nesta segunda-feira (13) uma paralisação por tempo indeterminado. Os educadores se juntam ao movimento nacional, que já conta com quase 40 instituições.

De acordo com a Adufop (Associação dos Docentes da Ufop), a greve foi decidida durante assembleia realizada na última quinta-feira (9) no campus Ouro Preto, na região central de Minas.

Leia mais notícias de Minas Gerais no R7

A paralisação também atinge as unidades de Mariana e João Monlevade, mas não prejudica nenhum aluno, já que o período letivo já foi encerrado.

Por meio de nota, os docentes informaram que reinvindicam melhores condições de trabalho, reversão dos cortes na pasta da Educação, reestruturação da carreira e que são contra a proposta de reajuste salarial de 21,3% divididos em quatro anos apresentada pelo Ministério do Planejamento.

Um ofício foi enviado para a reitoria da Ufop comunicando o início da greve e pedindo apoio durante as negociações com o governo.

    Access log