Minas Gerais Ratoeira prende dedos de ladra no caixa de sacolão

Ratoeira prende dedos de ladra no caixa de sacolão

Armadilha foi colocada por um casal em Belo Horizonte após sucessivos furtos do dinheiro da empresa familiar; mulher assumiu o crime

  • Minas Gerais | Paulo Henrique Lobato, Do R7, e RecordTV Minas

Armadilha desarmou nos dedos de uma cliente, que assumiu os crimes

Armadilha desarmou nos dedos de uma cliente, que assumiu os crimes

Reprodução RecordTV Minas

Um casal de comerciantes em Belo Horizonte recorreu a uma estratégia inusitada para flagrar a pessoa que furtava o dinheiro do sacolão da família: instalou uma ratoeira na gaveta usada como caixa registradora. A armadilha deu certo: desarmou nos dedos de uma mulher, que assumiu os crimes.

Seu Oswaldo e dona Vanda inauguraram o sacolão, há 25 anos, no bairro Capitão Eduardo. A suspeita era cliente antiga o casal e se aproveitava da confiança para futar o dinheiro. Os comerciantes não desconfiaram da amiga, mas foram alertados por consumidores e decidiram comprar a ratoeira. 

Quem explica é seu Oswaldo:

—Eu comprei a ratoeira e a menina (que me vendeu) falou que seria bom eu fazer uma filmagem. Eu fiz. Cheguei aqui, amarrei (a ratoeira) no barbante e a coloquei na gaveta. Tudo preparado...

Além de instalar a armadilha, o casal desejou filmar o flagrante com a câmera do aparelho celular. Dona Vanda passou boa parte do dia testando qual a melhor posição para colocar o equipamento de vídeo.

O bote foi flagrado pela câmera e o vídeo compartilhado nas redes sociais. As imagens mostram a suspeita abrindo a gaveta do caixa enquanto conversava com os donos do sacolão tranquilamente.

Flagrada, a mulher confessou os crimes. Pediu perdão ao casal. Seu Oswaldo e dona Vanda não registraram ocorrência policial. Fizeram a suspeita assinar uma declaração na qual assumiu os furtos.

Últimas