Risco de deslizamento de terra em área da Vale tira 4 famílias de casa

Encosta fica em terreno de terminal ferroviário da empresa em Belo Horizonte; companhia alega que excesso de chuva causou erosão no local

Talude fica em área de ferrovia da Vale

Talude fica em área de ferrovia da Vale

Divulgação / Defesa Civil

Quatro famílias do bairro Jardim Liberdade, na região do Barreiro, em Belo Horizonte, foram retiradas de suas casas e levadas para um hotel da região devido ao risco de deslizamento de uma encosta que fica na área de um terminal ferroviário da Vale, na noite desta sexta-feira (18).

De acordo com o tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador da Defesa Civil municipal, foi detectada uma erosão na estrutura conhecida como talude e a empresa optou por fazer a remoção provisória dos moradores que poderiam ser atingidos. Outras três casas ficam na área, mas não precisaram ser esvaziadas. Godinho destaca, ainda, que a situação não tem relação alguma com barragens.

— Essa decisão foi tomada devido à quantidade de chuvas nessa região, que pode potencializar e encharcar ainda mais o solo.

Procurada, a Vale reforçou que tomou a decisão após identificar um deslizamento de terra no barranco. A empresa declarou, ainda, que está prestando o apoio necessário às famílias.

Veja a íntegra da nota da Vale:

“Na tarde desta sexta-feira (17), a Vale identificou um deslizamento em uma das encostas do Terminal Ferroviário do Bairro Olhos D'água, em Belo Horizonte (MG), provocado pelas fortes chuvas dos últimos dias. Tendo em vista a previsão de mais chuva no fim de semana, a Vale, por solicitação da Defesa Civil, realocou, temporariamente, de forma preventiva, os moradores das residências da área de influência do deslizamento. A empresa está prestando todo o apoio necessário às famílias”.