Minas Gerais Sobe para 14 o número de mortes em decorrência da dengue em Minas

Sobe para 14 o número de mortes em decorrência da dengue em Minas

Secretaria de Estado da Saúde informou que outros 48 óbitos estão sendo investigados no Estado; até agora foram registrados 121.699 casos prováveis

Mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue e zika

Mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue e zika

Léo Ramos Chaves

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou, nesta segunda-feira (15), que 14 pessoas morreram em Minas em decorrência da dengue. Os óbitos foram registrados nas cidades de Arcos, Betim, Frutal, Ibirité, Paracatu, Uberlândia e Unaí.

Foram cofirmados pela pasta, 121.699 casos prováveis (casos confirmados e suspeitos) da doença. Outras 48 mortes estão sendo investigadas.

Em relação à Febre Chikungunya, Minas Gerais registrou 1.228 casos prováveis, e até o momento, não houve registro de óbitos suspeitos da doença. Já em relação à Zika, foram registrados 465 casos possíveis.

Segundo a Ses, devido a sazonalidade da doença, um registro maior de casos é esperado. Assim, estado está em situação de alerta para esse aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes (dengue, chikungunya e zika).

*Estagiária do R7 sob supervisão de Flavia Martins y Miguel