Minas Gerais Suspeito de estuprar filha, neto e mais 4 crianças é preso em MG

Suspeito de estuprar filha, neto e mais 4 crianças é preso em MG

Homem de 48 anos também teria abusado de sobrinha, enteada e da filha do pastor de uma igreja em Montes Claros

  • Minas Gerais | Carlos Alberto Júnior, da Rede Mais, com Célio Ribeiro*, do R7

A Polícia Civil prendeu um homem de 48 anos suspeito de estuprar seis crianças com idade entre 5 e 11 anos em Montes Claros, a 422 km de Belo Horizonte. A maioria das vítimas pertencia à família do suspeito.

O crime foi denunciado pelo neto, que contou ao pai que era abusado há mais de um ano e estaria cansado da situação. Após o relato, os familiares se reuniram e tomaram conhecimento de outras vítimas do abuso, decidindo levar o caso até à Polícia Civil.

Entre as vítimas, estão uma filha, sobrinhas, enteada e um neto do investigado, além da filha de um pastor da igreja frequentada pelo suspeito e uma amiga dela. O homem confessou o crime, alegou ter “problemas” e que tinha consciência que estava cometendo um crime, mas “não conseguir se controlar”.

Segundo os investigadores, a primeira vítima teria sido uma prima que, à época, tinha 8 anos. Na época, o suspeito ainda era menor de idade. Além disso, o homem teria abusado sexualmente da filha desde que ela tinha 5 anos até ela completar 11.

Suspeito foi preso temporariamente

Suspeito foi preso temporariamente

Divulgação / PCMG

Os agentes acreditam na existência outras vítimas. De acordo com a delegada Karine Maia, o suspeito é músico e convivia com muitas crianças na igreja e também em casa.

— Ele não tem passagem policial. Os pais das vítimas confiavam a ele tarefas como levar as crianças a determinados locais e as deixavam frequentar a casa dele.

Uma das vítimas relatou aos policiais que teria sido obrigada a assistir filmes pornográficos com o suspeito. Ele também teria feito fotos e vídeos das vítimas.

O investigado foi preso temporariamente por 30 dias, prazo que pode ser prorrogado por mais um mês. Ele deve ser indiciado por estupro de vulnerável contra as seis crianças e o inquérito policial deve ser encaminhado ao Poder Judiciário nos próximos dias.

*​Estagiário do R7 sob a supervisão de Pablo Nascimento.

Últimas