Minas Gerais Suspeito de matar namorada na frente da mãe é julgado em BH

Suspeito de matar namorada na frente da mãe é julgado em BH

Crime aconteceu em março de 2020, na região Leste da capital; mãe da vítima disse que era contra o relacionamento da filha

Ester foi morta a tiros na frente da mãe

Ester foi morta a tiros na frente da mãe

Reprodução / Record TV Minas

O suspeito de matar a ex-namorada a tiros em março de 2020 na região Leste de Belo Horizonte, vai ser julgado nesta segunda-feira (26) pelo crime de feminicídio. Familiares e amigos de Ester Ferreira Gomes, fizeram um protesto pedindo justiça pela jovem em frente ao Fórum Lafayette, onde Talison Martins da Silva será julgado.

Após o crime, a família da vítima criou a página "Justiça por Ester" nas redes sociais para divulgar ações de combate à violência doméstica e ao feminicídio. Talison está preso em um presídio em Ribeirão das Neves, na Grande BH, desde a época do crime.

Relembre o caso

Ester Ferreira Gomes, de 20 anos, foi morta a tiros pelo ex-namorado, Talison Martins da Silva, da mesma idade, no dia 17 de março de 2020, quando seguia para o trabalho, no bairro Alto Vera Cruz, na região Leste de Belo Horizonte. A mãe ainda tentou proteger a filha dos tiros e teria entrado em luta corporal com o suspeito.

Mesmo ferida, Ester conseguiu correr até a casa de um vizinho. Segundo a mãe, o suspeito ainda teria atirado mais duas vezes na jovem. A vítima chegou a ser socorrida por vizinhos para o Hospital João 23, mas não resistiu aos ferimentos.   

Veja também: Cão de rua encontra faca usada em feminicídio em Ibirité (MG)

O casal ficou junto por cinco anos e estavam separados há cerca de dois meses, mas Talison não aceitava o fim do relacionamento. Ele teria ameaçado e perseguido a mulher após o término.

A mãe da vítima afirmou que era contra o namoro da filha. Segundo ela, o pai de Talison teria levado o jovem, na época com 15 anos, na casa da família para pedir que ele namorasse Ester.

— Eu perguntei o pai dele ‘ele é um homem que você deseja para sua filha?’. Ele ficou calado por alguns minutos e falou para o filho ‘tá vendo aí? Toma vergonha na cara’.

Últimas