Minas Gerais Suspeito de roubar restaurante é preso pela terceira vez em 5 dias

Suspeito de roubar restaurante é preso pela terceira vez em 5 dias

Dessa vez, Erivelto Fernandes descumpriu medida protetiva contra a irmã e foi preso em flagrante pela Polícia Militar

  • Minas Gerais | Virgínia Nalon, da RecordTV Minas

Com 21 passagens pela polícia, um homem que foi flagrado pelas câmeras de segurança de um restaurante de Belo Horizonte furtando 200kg de carne foi preso mais uma vez. Essa é a terceira vez que ele é detido em um intervalo de apenas cinco dias. Dessa vez, ele foi pego por descumprir uma medida protetiva. 

Erivelto Fernandes de Oliveira, de 40 anos, chegou a gravar um vídeo pedindo desculpas pelos furtos. Nas imagens, ele diz que errou e que pede perdão.

Erivelto foi flagrado invadindo restaurante e roubando carnes

Erivelto foi flagrado invadindo restaurante e roubando carnes

Reprodução

Desta vez, no entanto, ele foi preso por outro motivo: descumprimento de medida protetiva por conta de ameaça e agressão. Pela lei Maria da Penha, Erivelto não podia se aproximar da irmã, mas ele descumpriu a ordem da Justiça e a família chamou a polícia quando ele foi até a casa de parentes. Ele foi preso em flagrante, de acordo com o tenente da Polícia Militar, Rafael Mateus.

- Tão logo ele chegou em casa e começou a incomodar a família, a equipe foi até o local e fez a prisão dele. Ele não poderia estar lá, não poderia chegar perto da família. 

Esta foi a terceira prisão de Erivelto em uma semana. A última tinha sido por causa dos furtos ao restaurante Xico da Kafua, na região Noroeste. O "ladrão do moletom branco", como ficou conhecido, foi flagrado durante a madrugada arrombando as portas e carregando sacolas com peixes e carnes congeladas.

Em outra ação, ele arrombou a chapa de aço que protegia a janela.O suspeito chegou a subir nos freezers, quebrou os cadeados e pegou vários pacotes de carne. Um prejuízo de cerca de R$  6 mil aos donos do restaurante. Erivelto foi detido e solto na mesma semana.

Com mais esta prisão, Erivelto soma agora 21 passagens pelo sistema prisional desde 2012. Agora, o homem está sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. Erivelto chegou a ser agredido na rua por pessoas revoltadas com os crimes e com o entra e sai dele da cadeia. Ele diz que é usuário de crack, mora nas ruas desde que foi expulso de casa e comete os furtos pra sustentar o vício. 

- Eu roubo porque eu tenho necessidade de usar crack, fora isso eu não faço mal pra ninguém não. Se tiver alguém de coração bom, de Deus, que quiser, pode me procurar agora que vou de bom coração. É o que eu mais quero. 

Últimas