Minas Gerais Suspeitos de assassinarem amigo de infância são presos em BH

Suspeitos de assassinarem amigo de infância são presos em BH

Alexandre César da Silva, de 21 anos, foi morto após ajudar uma pessoa que havia sido jurada de morte no bairro Tupi, em BH

  • Minas Gerais | Camila Cambraia, da Record TV Minas

Dois homens, suspeitos de assassinarem um amigo de infância, foram presos nesta segunda-feira (8), em Belo Horizonte. Alexandre César da Silva, de 21 anos, foi morto em dezembro do ano passado porque ajudou uma pessoa jurada de morte. O crime ocorreu no bairro Tupi, na região Norte da capital.

As investigações apontam que o alvo dos criminosos era um amigo de Alexandre. Segundo a delegada Ingrid Estevão, o jovem foi morto após avisar que esse homem estava em perigo por ter se envolvido com a ex-namorada de um dos autores do homicídio.

— A vítima foi até o local e viu os suspeitos, que estavam ameaçando seu amigo de morte. Com isso, ele acabou se tornando o alvo principal.

Jovem foi morto por ajudar o amigo que era ameaçado

Jovem foi morto por ajudar o amigo que era ameaçado

Reprodução / Record TV Minas

De acordo com os investigadores, o mandante do crime, que também tem 21 anos, dirigiu o carro que levou e buscou o executor, identificado como Kelvin Alexandre. Antes de disparar contra o próprio amigo, o homem de 25 anos agrediu a vítima.

O mandante foi preso em uma clínica de reabilitação, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. O suspeito de ter realizado os disparos se apresentou à delegacia junto com o advogado, mas se manteve em silêncio durante todo o depoimento.

De acordo com os investigadores, os presos têm envolvimento com o tráfico e uma ficha criminal extensa. Alexandre, assassinado pela dupla, não tinha passagem pela polícia.

Últimas