Minas Gerais Suspeitos de sonegar R$ 1 bilhão em impostos em Minas são presos

Suspeitos de sonegar R$ 1 bilhão em impostos em Minas são presos

De acordo com investigações da Receita Estadual, grupo criava empresas de fachada para lançar notas fiscais falsas e ocultar vendas no ramo de cereais 

  • Minas Gerais | Caio Silva* e Pablo Nascimento, do R7

Grupo sonegou mais de R! 1 bilhão em impostos

Grupo sonegou mais de R! 1 bilhão em impostos

Divulgação/ Receita Estadual/MG

Ao menos seis pessoas foram presas, na manhã desta quarta-feira (30), em uma operação deflagrada pela Receita Estadual, juntamente com o MPMG (Ministério Público de Minas Gerais), que investiga um suposto esquema de sonegação de imposto que gerou prejuízo de mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos. 

De acordo com a Receita Estadual, os suspeitos participavam de um esquema que consiste na criação de empresas de fachada com o objetivo de fornecer notas fiscais falsas para esconder o escoamento da produção de cereais sem o pagamento de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) ao governo.

A Justiça expediu sete mandados de prisão preventiva e 14 de busca e apreensão em Minas Gerais, São Paulo e Distrito Federal. Mais informações sobre a ação da manhã desta quarta serão divulgadas em uma coletiva de imprensa, que será realizada no MP de Uberlândia, ainda nesta manhã. 

A ação desta quarta-feira é um desdobramento das operações “Ceres”, deflagrada em 2018, e “Quem Viver Verá”, de março de 2020.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Pablo Nascimento 

Últimas