Minas Gerais Taxista é morto após sair para o trabalho na Grande BH

Taxista é morto após sair para o trabalho na Grande BH

Vítima foi achada com perfurações pelo corpo e sem um dos olhos, na zona rural de Belo Vale (MG); casal foi detido

  • Minas Gerais | Gledson Leão, da Record TV Minas

Taxista tinha 55 anos

Taxista tinha 55 anos

Reprodução / Record TV Minas

Um taxista de 55 anos foi encontrado morto em uma estrada da zona rural de Belo Vale, a 85 km de Belo Horizonte, neste domingo (31). Um casal, que estaria dentro do carro antes do desaparecimento, foi detido nesta segunda-feira (1º).

Segundo a perícia da Polícia Civil, Lúcio Leonardo Ferreira tinha três perfurações causadas por faca pelo corpo e estava sem o olho esquerdo.

De acordo com a Polícia Militar, durante o atendimento da ocorrência, os policiais receberam a informação de que um taxista de Congonhas, cidade a 35 km de onde o corpo foi encontrado, estava desaparecido.

Parentes relataram à polícia que Ferreira havia dito que estava indo levar passageiros à cidade de Belo Vale. Câmeras de segurança registraram o veículo às 13h30 de domingo passando em direção ao local onde o corpo foi encontrado, levando um casal.

A dupla foi detida. O jovem foi apreendido por ser menor de idade. A mulher ficou presa por já ser maior. O carro do taxista e a suposta arma usada no crime também foram encontrados. A Polícia Civil de Belo Vale investiga o caso.

Últimas