Minas Gerais Transportadores de combustíveis entram em greve em Minas Gerais

Transportadores de combustíveis entram em greve em Minas Gerais

Sindicato dos postos alerta para risco de desabastecimento em unidades com baixo estoques; paralisação deve durar 24 horas

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Mais de 800 caminhões estão parados

Mais de 800 caminhões estão parados

Diego Vara/Reuters-29/05/2018

Transportadores de combustíveis de Minas Gerais entraram em greve, na madrugada desta quinta-feira (21).

Segundo o Sinditanque (Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo), a categoria protesta “contra o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadoria e Serviços) dos combustíveis em Minas e os altos custos dos combustíveis praticados pela Petrobras”

Dois caixões e faixas foram colocados em frente à distribuidora da petroleira em Betim, na região metropolitana. Os manifestantes também fazem atos na porta das principais centrais de distribuição.

Manifestantes levaram faixas e caixões

Manifestantes levaram faixas e caixões

Divulgação / Sinditanques

Ainda segundo o Sinditanque, os quase 800 caminhões de todos as transportadoras estão parados.

O sindicato que representa os postos de combustíveis alerta para o risco de desabastecimento nas unidades com estoque mais baixo. A expectativa é que a paralisação dure 24 horas.

A reportagem procurou o Governo de Minas e a Petrobras para comentar sobre a demanda da categoria e aguarda retorno. Também há relato de paralisações no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

Últimas