Minas Gerais Travesti é achada morta com marcas de facadas na Grande BH

Travesti é achada morta com marcas de facadas na Grande BH

Amigos acionaram a Polícia Militar após não conseguirem fazer contato e estranharem o sumiço dela; motivação do crime ainda é desconhecida 

  • Minas Gerais | Caio Augusto*, do R7, com Camila Cambraia, da Record TV Minas

Uma travesti de 55 anos foi encontrada morta dentro de casa, na tarde desta quinta-feira (13), no bairro JK, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. A vítima tinha três perfurações no pescoço.

De acordo com a PM (Polícia Militar), a corporação foi acionada por amigos da vítima, que relataram não conseguir fazer contato com ela e acharam estranho o sumiço. Os militares, então, foram até a residencia da travesti, que morava sozinha. 

Ainda segundo o registro policial, os militares arrombaram o portão e entraram na casa. Os agentes relataram que encontraram o quarto da vítima todo revirado e o corpo em cima da cama com marcas de facadas no pescoço. 

Segundo relatos dos vizinhos aos militares, a travesti não era vista deste a última quarta-feira (5). De acordo com a polícia, ninguém disse ter visto ou ouvido nada a respeito do crime. 

A perícia esteve no local para fazer uma analise da cena do crime. Um rabecão também foi acionado para retirar o corpo da vítima. A PM informou que ainda não há informações sobre a motivação do assassinato. 

*Estagiário do R7 sob supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas