Minas Gerais Vacinação reduz número de mortes e internações de idosos em Minas

Vacinação reduz número de mortes e internações de idosos em Minas

De acordo com o governo número de mortes caiu, principalmente, em idosos com mais de 80 anos entre janeiro e abril

Vacina reduziu proporção de óbitos em idosos

Vacina reduziu proporção de óbitos em idosos

Gustavo Vara / Fotos Públicas / CC BY-NC 2.0

O Governo de Minas constatou que houve queda na proporção de óbitos e internações entre idosos com mais de 70 anos, após o início da vacinação desse público-alvo.

Segundo dados da Sala de Situação da SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), segunda quinzena de janeiro deste ano 25,1% dos óbitos de covid-19 registrados no Estado ocorreram entre pessoas com 80 a 89 anos. Já na segunda quinzena de abril, este percentual era de 9,9% do total de mortes registradas.

Entre as pessoas acima de 90 anos, a proporção caiu de 8,6% para 2% do total de óbitos. Na faixa etária entre 70 a 79 anos, a proporção de óbitos passou de 29,5% para 27,4% no mesmo período.

Internações

Os dados relacionados às internações também apontam queda no índice de idosos com mais de 70 anos que precisaram de um leito de UTI no estado.

De acordo com o levantamento, na segunda quinzena de janeiro, 14,8% do total de internações em UTI por covid-19 eram de pessoas na faixa etária de 80 a 89 anos. Já em abril, este número foi de 6,9%.

Entre os idosos de 70 a 79 anos, o percentual de internados caiu de 20,6% para 15,9% no mesmo período. Já entre as pessoas acima de 90 anos, 5,1% estavam na UTI por covid-19 em janeiro e, na última semana de abril, este índice passou para 1,7% do total. 

Últimas