Minas Gerais Vereador de BH é preso suspeito de participação em morte de político

Vereador de BH é preso suspeito de participação em morte de político

Polícia investiga a motivação e tenta descobrir quem seria o mandante do assassinato do também vereador Hamilton Dias, da cidade de Funilândia

  • Minas Gerais | Garcia Júnior, da Record TV Minas

Vereador foi preso em Belo Horizonte

Vereador foi preso em Belo Horizonte

Reprodução/Record TV Minas

A polícia prendeu, nesta quinta-feira (15), o vereador de Belo Horizonte Ronaldo Batista (PSC) suspeito de envolvimento na morte de um parlamentar da cidade de Funilândia, a 78 km de Belo Horizonte.

Conforme apurado pela reportagem, Batista está no DHPP (Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa), na região Noroeste de Belo Horizonte, onde presta depoimento.

Hamilton Dias (MDB) foi encontrado morto dentro de um carro que estava estacionado próximo à estação de metrô Vila Oeste, em Belo Horizonte, no dia 23 de setembro. O corpo apresentava perfurações de disparos de arma de fogo. Além de vereador, Dias também foi presidente do Sindicato dos Rodoviários de Belo Horizonte.

Ainda não se sabe qual seria a relação de Ronaldo Batista com o crime. Ele é o quisnto detido na investigação, que também já prendeu um policial militar. Batista recebeu 4.200 votos para o cargo de vereador em 2016, mas ficou como suplente. Ele assumiu a cadeira após o então vereador Cláudio Duarte ser cassado, em 2019. Batista também era sindicalista da classe de empregados do transporte.

A reportagem tenta contato com a defesa de Ronaldo Batista.

Últimas