Minas Gerais Vereador é preso suspeito de amarrar a esposa em tronco

Vereador é preso suspeito de amarrar a esposa em tronco

Moradora de Serranópolis de Minas contou à polícia que foi agredida após acessar uma rede social sem o aval do marido

  • Minas Gerais | Liziane Lopes e Núbia Roberto, da Record TV Minas

Mulher teria sido amarrada a um tronco

Mulher teria sido amarrada a um tronco

Reprodução / Redes sociais

Um vereador de Serranópolis de Minas, a 614 km de Belo Horizonte, foi preso suspeito de enforcar e amarrar a esposa em um tronco na última quinta-feira (23). O parlamentar ainda teria arrastado a mulher por um terreno.

A vítima de 37 anos conta que, devido às marcas das agressões, foi proibida de sair de casa. Um advogado da mulher procurou a Polícia Civil para relatar que ela havia sido agredida e estaria em cárcere privado. Após a denúncia, a agentes foram até o local onde a vítima estava.

Um mandado de prisão preventiva por tentativa de homicídio e cárcere privado foi expedido contra o acusado. O vereador havia fugido, mas foi preso na zona rural de Porteirinha, a 591 km da capital.  

A vítima explica que as agressões teriam sido motivadas por ela ter acessado uma rede social pelo celular após proibição do companheiro. Ainda de acordo com relato da companheira, ele teria tentado matá-la enforcada, ao amarrar uma corda no pescoço da vítima e puxar pelo quintal da residência. A Polícia Civil confirmou lesões no pescoço da mulher compatíveis com asfixia.  

A mulher manifestou interesse em medidas protetivas da Lei Maria da Penha. O suspeito foi levado para o sistema prisional e está à disposição da Justiça.

A reportagem entrou em contato com o gabinete do vereador e com a Câmara Municipal de Serranópolis de Minas e aguarda retorno.

Últimas