Minas Gerais Zema e Ricardo Salles lançam edital que visa acabar com lixões em MG

Zema e Ricardo Salles lançam edital que visa acabar com lixões em MG

Projeto vai disponibilizar R$ 100 milhões para a destinação adequada de resíduos sólidos em 400 cidades mineiras

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Anúncio aconteceu na sede da Fiemg

Anúncio aconteceu na sede da Fiemg

Divulgação / Governo de MG / Gil Leonardi

O governador Romeu Zema (Novo) e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, lançaram em Belo Horizonte, nesta segunda-feira (17), o edital para selecionar projetos para tentar acabar com a destinação irregular de resíduos em lixões no Estado.

Serão aplicados R$ 100 milhões originados da multa ambiental que o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) aplicou na Vale em função do rompimento da barragem de Brumadinho, na região metropolitana de BH, em janeiro de 2019. A iniciativa faz parte do projeto Lixão Zero, do Governo Federal.

A proposta, segundo o governador Zema, é encontrar propostas que auxiliem no descarte correto e apoiar 400 cidades na destinação ambientalmente adequada dos resíduos sólidos.

— Vem em uma ótima hora, pois também significa movimentação econômica e geração de empregos. Tudo isso contribui de forma muito expressiva para o nosso estado que enfrenta tantas dificuldades.

O lançamento do projeto aconteceu na sede da Fiemg (Federação das Indústrias de Minas Gerais). Segundo o Ministro Ricardo Salles, os recursos vão permitir a instalação de centros de triagem mecanizadas do lixo, que facilita a separação do material reciclável.

— Um país em que 100 milhões de pessoas não têm coleta e tratamento de esgoto; 35 milhões de brasileiros não têm sequer água encanada em casa e mais de 3 mil municípios no Brasil têm graves problemas de gestão dos resíduos sólidos, que nós, popularmente, chamamos de lixões.

Últimas