Chegou a época dele: o panetone

A presença do pão nas prateleiras anuncia que o Natal tá mais perto que longe :)

A presença do pão nas prateleiras anuncia que o Natal tá mais perto que longe :)

A presença do pão nas prateleiras anuncia que o Natal tá mais perto que longe :)

A presença do pão nas prateleiras anuncia que o Natal tá mais perto que longe :)

Folha de Pernambuco

Tenho visto panetone de marcas famosas há mais ou menos um mês nos mercados locais e, apesar da sensação de estar cedo demais para isso, eu confesso que adoro o clima natalino - principalmente quando ele inclui panetone, um dos pães que mais gosto.

Segundo pesquisa feita pela consultoria Kantar WorldPanel, em 2018, apesar de os fabricantes inovarem nos sabores, a preferência nacional ainda é pelas receitas tradicionais, que levam as frutas cristalizadas ou gotas de chocolate. Estas versões alcançaram 78,2% das vendas. Já os panetones com recheios representaram 17,4% e os sem fruta, 4,4%.

A Grande São Paulo consumiu 22% da comercialização nacional. No Norte e Nordeste, as compras somaram 18% dos negócios no Brasil, seguidos da região Sul (16%), Interior de São Paulo (15%), Leste e interior do Rio de Janeiro (13%), Grande Rio de Janeiro (9%) e Centro-Oeste (8%).

Antecipada, a Bauducco divulgou o astro da linha desse ano. O tradicional chocotone ganhou uma versão turbinada com sachê de M&M’s e outro de cobertura de chocolate com avelã para a gente mesmo fazer a decoração.

O preço sugerido pelo fabricante é R$ 6,99. Aliás, a marca Chocottone é, segundo Juliana Corá, grouper de Marketing da Bauducco, responsável pelo rejuvenescimento da linha de panetones, e foi criada há 40 anos, focada no público jovem, que apresenta resistência à composição original do pão natalino.

IPSEP/LISBOA
Cláudia Luna, do Seu Luna, no Ipsep, cozinha na capital portuguesa no dia 9 de novembro a convite do restaurante brasileiro Chica Chica Boom. Leva os temperos nordestinos para além-mar. A casa fica na região de Alcântara.

A BREJA DE ALCEU 1
O artista pernambucano Alceu Valença é homenageado pela Cervejaria Colorado com o lançamento da fruit beer Tropicana. Inspirado nos ingredientes citados nas canções do artista, o time de cervejeiros da marca escolheu umbu e cajá para compor a fórmula, além de água, malte, lúpulo e levedura.

A BREJA DE ALCEU 2
A Tropicana tem 4,3% de teor alcoólico e será vendida, em breve, no Pão de Açúcar e Extrabom. “Alceu Valença é um dos principais músicos do Brasil. Resolvemos fazer essa homenagem, combinando toda a brasilidade dele com a de Colorado”, contou Guilherme Poyares, gerente de MKT da cervejaria.

XÁ DE CADEIRA

Esse é o ótimo nome da marca de chás que acaba de aportar no Recife, na loja Soneto Tropical, no Espinheiro. A Xá de Cadeira vende infusões certificadas de países como Paquistão e Índia. Já à venda: folha de pitanga, eucalipto, capim-limão, alfazema e o blend “calma da alma”: com alecrim, camomila, damiana, valeriana e rooibos.

FIT
Vai rolar mais uma edição do jantar fit harmonizado da Padaria Jaqueira, pilotado pela nutricionista Débora Wagner e pela sommelière Amanda Loyo. Será dia 23, às 19h. Portugal será o homenageado. Custa R$ 140.

BENEFICENTE

Leandro Ricardo e Wellington Almeida são os chefs convidados das lojas Spicy para a ação "Do Bem Gastrô", em prol do Hospital do Câncer de Pernambuco. No dia 22, os chefs vão cozinhar para um público de 50 pessoas. O ingresso custa R$ 50 no Sympla.

*É editora do caderno Sabores e escreve quinzenalmente neste espaço