Copa do Brasil se encerra com Pipico como um dos artilheiros

O centroavante coral marcou cinco gols, mesmo número de lado de Luciano (Fluminense) e do peruano Paolo Guerrero (Internacional)

O centroavante coral marcou cinco gols, mesmo número de lado de Luciano (Fluminense) e do peruano Paolo Guerrero (Internacional)

O centroavante coral marcou cinco gols, mesmo número de lado de Luciano (Fluminense) e do peruano Paolo Guerrero (Internacional)

Folha de Pernambuco

Em uma temporada marcada por insucessos, o Santa Cruz teve pouco a comemorar em 2019. Dos torneios que participou, talvez a campanha mais bem sucedida tenha sido na Copa do Brasil. Não que o Tricolor tenha chegado realmente perto do título. Contudo, para uma equipe da Série C, a Cobra Coral até que fez bonito. O time chegou à quarta fase - eliminando o Náutico -, e só caiu diante do Fluminense, na disputa de pênaltis. Não bastasse isso, a equipe também terminou a competição com o artilheiro do certame. O centroavante Pipico marcou cinco gols e, ao lado de Luciano (Fluminense) e do peruano Paolo Guerrero, do vice-campeão Internacional, acabou no topo da lista de goleadores. Foi a segunda vez na história que o Santa fez o maior marcador do certame.

Leia também:
Santa quer jogar a Copa Pernambuco no Ninho das Cobras
Artilheiro Pipico renova com o Santa Cruz até 2020
Faro de gols garante a Pipico melhor fase da carreira


A última vez que o Tricolor teve o artilheiro da Copa do Brasil não faz muito tempo. Em 2014, a equipe tinha em Léo Gamalho um matador de respeito. Naquela edição, a Cobra Coral caiu na terceira fase, diante do Santa Rita/AL. A curta campanha não impediu que o então centroavante do time balançasse as redes seis vezes. Mesmo número dos também atacantes Bill, que defendia o Ceará e hoje está na Tailândia, e Gabriel, o Gabigol, hoje ídolo do Flamengo, e que atuava pelo Santos. Neste ano, Pipico conseguiu a proeza de marcar em todas as fases da competição. E diante de quatro adversários diferentes. No total desta temporada, o goleador coral anotou nada menos do que 16 gols em 30 jogos. O que dá uma boa dimensão de sua importância para equipe, com a qual já renovou contrato para 2020.