Festival Arte na Usina divulga sua programação

Evento chega à quinta edição neste ano, com atrações musicais, oficinas artísticas e outras vivências criativas, em Água Preta, de 08 a 16 de novembro

Evento chega à quinta edição neste ano, com atrações musicais, oficinas artísticas e outras vivências criativas, em Água Preta, de 08 a 16 de novembro

Evento chega à quinta edição neste ano, com atrações musicais, oficinas artísticas e outras vivências criativas, em Água Preta, de 08 a 16 de novembro

Folha de Pernambuco

A arte conecta, transforma, refaz. Vinte e cinco anos após a desativação da Usina Santa Terezinha, na Mata Sul de Pernambuco, o município de Água Preta se tornou um celeiro de arte e empreendedorismo. No próximo mês, entre os dias 8 e 16, vai acontecer o "Festival Arte na Usina", que alcança sua quinta edição e terá, entre outras atrações, shows de artistas como Alceu Valença, Arnaldo Antunes, Almério, DJ Dolores, Santanna o Cantador e Amaro Freitas.

Mas a proposta vai muito além da festa: serão mais de 15 oficinas, exposições e performances, trabalhando vertentes como cinema, fotografia, robótica, dança, literatura, grafite, música e outras vivências criativas. Tudo de graça. E se você já se animou para percorrer os 125km que separam o Recife de Água Preta, saiba que o evento também conta com diversas opções de hospedagem, de um camping com redário à pousada Mandacaru Abacate, além da opção de se alugar quartos e casas dos moradores residentes na antiga vila da Usina. É só entrar em contato com a corretora Ritinha pelos fones 981569990 e 36932170.

Camping é uma das opções de hospedagem

Camping é uma das opções de hospedagem

Folha de Pernambuco

Camping é uma das opções de hospedagem - Crédito: Andréa Rego Barros/Divulgação

"O Festival é só um pedacinho do que a gente vem construindo", conta Bruna Pessoa de Queiroz, que está à frente do "Arte na Usina". Desde 2015, quase seis mil moradores da região estão sendo beneficiados pelo projeto. Mais diretamente, cerca de cem pessoas foram qualificadas para atuar nos segmentos de turismo e alimentação, levando à criação de seis restaurantes no entorno da usina.

Sob a curadoria do paraibano José Rufino, diversas residências artísticas foram realizadas ao longo dos anos durante o festival. Neste ano, por exemplo, será apresentado o projeto do artista cubano Carlos Garacoia, que desenvolveu seu "Jardim Frágil" para ser implementado no Parque Artístico-Botânico, uma área de 29 hectares que já abriga mais de 15 obras e instalações de arte contemporânea.

Leia também:
Arte na Usina propõe um novo olhar sobre a cultura
Ricardinho Pessoa de Queiroz comanda festival Arte na Usina
Arte na Usina tem programação gratuita de shows, arte e oficina
Carros-chefes do evento, as oficinas vão trazer nomes importantes do cenário artístico local e nacional. Grande parte será voltada apenas para os alunos e professores da rede pública de ensino da região. Outras estarão abertas ao público em geral, como "Memória e Escrita", promovida pela fotógrafa Carol Pires e pela editora-chefe da revista Vida Simples, Ana Holanda. A ideia das duas é levar a um resgate das narrativas de vida dos participantes, por meio da escrita, da fotografia e de elementos da oralidade. As inscrições para esta e outras oficinas devem ser feitas previamente, através da plataforma Sympla. Há atividades voltadas para crianças e adultos.

Confira abaixo a programação detalhada do evento.

Programação Festival Arte Na Usina 2019 - Aberta Ao Público by Folha de Pernambuco on Scribd