Juan Guaidó é barrado por seguranças de parlamento na Venezuela

Líder da oposição esperava presidir uma sessão no prédio

Líder da oposição esperava presidir uma sessão no prédio

Líder da oposição esperava presidir uma sessão no prédio

Folha de Pernambuco

Efetivos da Guarda Nacional da Venezuela impediram nesta terça-feira (7) a entrada do líder da oposição Juan Guaidó, que foi ratificado no domingo (5) como chefe parlamentar, ao Palácio Legislativo, onde esperava presidir uma sessão, informaram jornalistas da AFP.

"Isso não é um quartel!", gritaram os apoiadores de Guaidó, enquanto o deputado rival Luis Parra, que se autoproclamou chefe da Câmara no domingo com o apoio do chavismo, dirige a sessão no Congresso, em Caracas.

Leia também:
Maduro reconhece rival de Guaidó como presidente do Parlamento venezuelano
Sob acusação de fraude, ditadura diz que adversário de Guaidó foi eleito na Venezuela


Após tumulto, Guaidó consegue entrar no Parlamento da Venezuela e faz discurso.

O líder da oposição Juan Guaidó, ratificado no domingo como chefe parlamentar por votos da oposição, tomou a palavra nesta terça-feira no Palácio Legislativo da Venezuela, depois que os militares tentaram bloquear sua entrada, informaram jornalistas da AFP.

"Aqui estamos dando a cara", exclamou Guaidó, do pódio presidencial da Assembleia Nacional unicameral, depois de cantar o hino nacional.