Municípios com menos de 5 mil habitantes podem ser incorporados

O plano consta do conjunto de reformas econômicas apresentado pelo ministro Paulo Guedes na tarde desta terça-feira (5)

Paulo Guedes apresenta plano econômico

Paulo Guedes apresenta plano econômico

Reprodução/TV Brasil

O governo federal quer que municípios com menos de 5 mil habitantes e arrecadação própria menor que 10% da receita total sejam incorporados por municípios vizinhos. O plano consta do conjunto de reformas econômicas apresentada pelo ministro Paulo Guedes na tarde desta terça-feira (5).

A medida pode extinguir 1.254 municípios, segundo o Ministério da Economia. Isso reprenta 22,5% dos 5.570 municípios brasileiros. Dessa forma, caso a proposta prospere, seriam incorporadas mais de uma em cada cinco cidades brasileiras.

Leia também: Bolsonaro entrega ao Senado novo pacote de reformas econômicas

“Quem pensa em sustentabilidade fiscal tem que pensar no que aconteceu, andou acontecendo antes, que foi a proliferação de Câmara de vereadores, de municípios, isso cria desequilíbrios”, afirma o ministro.

Segundo Guedes, a discussão é legítima e deve acontecer no âmbito do Legislativo, e que o Congresso pode debater o tamanho ideal dos municípios. “Não há nada mais oportuno do que deixar o Congresso conversar sobre isso”, disse. Os pequenos municípios dependem muito dos repasses dos fundos de participação.

Atualmente, boa parte desses municípios depende de repasses de outros entes federativos e de verbas de fundos como o Fundo de Participação dos Municípios.