Novo suspende filiação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

Partido afirma que o afastamento temporário ficará vigente até o julgamento final da denúncia apresentada contra Salles na Comissão

Afastamento de Salles foi comunicado a filiados do Novo

Afastamento de Salles foi comunicado a filiados do Novo

Roque de Sá/Agência Senado

A Comissão de Ética do Partido Novo suspendeu temporariamente nesta quinta-feira (31) a filiação partidária do ministro do Meio Ambiente, Ricardo de Aquino Salles.

Em nota enviada aos filiados, a sigla determina que o afastamento será mantido até o julgamento final da denúncia apresentada contra Salles na Comissão.

De acordo com a sigla, as atitudes de Salles se confrontaram com os artigos 19, 21 e 72 do Estatuto do Novo. Em um dos trechos citados, o partido determina "penas de suspensão e perda da liderança de bancada" quando houver "risco de dano grave e de difícil reparação a imagem e reputação do Novo".

Confira a íntegra da nota enviada pelo Novo aos filiados

"O Novo informa que a Comissão Nacional de Ética Partidária, no exercício de suas atribuições, conforme determina o Estatuto do Novo nos artigos 19 e 72, inciso V, suspendeu, em caráter liminar, a filiação do Sr. Ricardo de Aquino Salles, conforme previsto no § 2º, alínea "b" do art. 21 do Estatuto, até o julgamento final da denúncia apresentada perante á Comissão".