Autos Carros Anfavea projeta alta de 4,9% nas vendas de carro em 2022

Anfavea projeta alta de 4,9% nas vendas de carro em 2022

Crescimento foi discreto mas produção avançou no segundo semestre 

Resumindo a Notícia

  • O ano de 2021 fechou com 2.248,3 mil unidades, alta de 11,6% sobre 2020
  • Carros elétricos tem números de vendas expressivos
  • Stellantis tem dobradinha entre os modelos mais vendidos
Com ligeira melhora na comparação com o ano de 2020, mas ainda distante dos números de 2019

Com ligeira melhora na comparação com o ano de 2020, mas ainda distante dos números de 2019

Marcos Camargo Jr

A Anfavea - Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores -divulgou hoje (7), os números do fechamento de 2021. Com ligeira melhora na comparação com o ano de 2020, mas ainda distante dos números de 2019, último ano antes da pandemia o mercado ainda sofre os efeitos da crise l. Em um cenário geral o mês de dezembro foi o melhor do ano com 210,9 mil veículos produzidos.

HB20 foi o segundo modelo mais vendido do Brasil

HB20 foi o segundo modelo mais vendido do Brasil

Marcos Camargo Jr

“A crise global de semicondutores provocou diversas paralisações de fábricas ao longo do ano por falta de componentes eletrônicos, levando a uma perda estimada em 300 mil veículos. Para este ano, a previsão ainda é de restrições na oferta por falta de componentes, mas num grau inferior ao de 2021, o que projeta mais um degrau de recuperação”, afirmou o Presidente Luiz Carlos Moraes.

O ano de 2021 fechou com 2.248,3 mil unidades, alta de 11,6% sobre 2020

O ano de 2021 fechou com 2.248,3 mil unidades, alta de 11,6% sobre 2020

Guilherme Magna

O ano de 2021 fechou com 2.248,3 mil unidades, alta de 11,6% sobre 2020. Ainda segundo a associação, no ranking global de produtores, o Brasil retomou a oitava colocação perdida no ano anterior para a Espanha. Para 2022, a expectativa é de um aumento de 9,4%, com 2,46 milhões de unidades produzidas.

Modelo é produzido desde 2015 em Pernambuco

Modelo é produzido desde 2015 em Pernambuco

Jeep/Divulgação

Quando o assunto é exportação a rápida recuperação após o pico da pandemia em mercados como Chile, Colômbia, Peru e Uruguai ajudou a impulsionar as exportações de veículos brasileiros, apesar das restrições comerciais impostas pelo governo argentino. Com isso, as 376,4 mil unidades exportadas representaram crescimento de 16% sobre o ano anterior. Pela primeira vez, a Argentina representou menos da metade dos embarques nacionais (34% do total). Em valores, as exportações tiveram alta ainda maior, de 37,8%, por conta do envio mais representativo de veículos com maior valor agregado, como caminhões e SUVs. Para 2022, a expectativa é de exportar 390 mil unidades, um incremento de 3,6% sobre o ano anterior.

Chevrolet Onix sofreu com a falta de chips e semicondutores

Chevrolet Onix sofreu com a falta de chips e semicondutores

Chevrolet Divulgação

“Apesar das turbulências econômicas e do ano eleitoral, apostamos numa recuperação de todos os indicadores da indústria, que poderiam ser ainda melhores se houvesse um ambiente de negócios mais favorável e uma reestruturação tributária sobre os produtos industrializados”, concluiu Moraes.

Veículos elétricos

A Anfavea ainda divulgou em seu anuncio o balanço anual dos modelos elétricos. Segundo o levantamento, foram 2.860 veículos elétricos comercializados durante todo o ano de 2021, um resultado três vezes maior que as 801 unidades emplacadas em 2020.

Volvo anunciou que o XC40 será vendido somente na versão elétrica

Volvo anunciou que o XC40 será vendido somente na versão elétrica

Marcos Camargo Jr

O balanço mostra ainda os carros híbridos, que também tiveram crescimento exponencial nas vendas durante o ano passado. Foram 32.130 emplacamentos no fechamento de 2021, um aumento de 69% sobre 2021.

Ao todo, foram vendidos 34.990 veículos eletrificados (híbridos e elétricos) no Brasil em 2021

Ao todo, foram vendidos 34.990 veículos eletrificados (híbridos e elétricos) no Brasil em 2021

Mercedes-Benz/Divulgação

Ao todo, foram vendidos 34.990 veículos eletrificados (híbridos e elétricos) no Brasil em 2021, aumento de 77% sobre as 19.745 unidades com esse tipo de propulsão comercializadas no ano anterior. Dessa forma, os eletrificados atingiram 1,8% de participação no mercado geral no ano passado, contra 1,0% em 2020.

Últimas