Autos Carros Avaliação: Audi Q7 é a essência esportiva de um SUV

Avaliação: Audi Q7 é a essência esportiva de um SUV

SUV de sete lugares reúne elegancia, conforto e esportividade

  • Autos Carros | Do R7

Guilherme Magna

No mundo dos SUVs premium a Audi reforçou todos os seus produtos do Q3 ao Q8 e também com a opção do e-Tron traduzindo elegância e esportividade. No Q7 as mudanças da nova linha foram sutis mas de olho em um consumidor exigente e atento às novidades.

O R7 Autos Carros avaliou o SUV Q7, com sete lugares, uma das poucas opções deste segmento no nosso mercado.

Guilherme Magna

Em um passado recente, acompanhamos o lançamento do Q7, com as primeiras impressões do modelo familiar. Desta vez, em um teste mais longo podemos perceber que o SUV não é apenas um veículo feito para acomodar a família mas também provamos suas qualidades de um legítimo esportivo.

Estilo conservador

A dianteira tem a nova identidade da marca, que foi apresentada no Q8. A grade frontal tem novo formato singleframe octogonal e os faróis são em LED. A parte traseira conta com uma grande faixa cromada que cria uma conexão visual entre as lanternas. No entanto o Q7 é bastante “discreto” no seu visual retilíneo que traz o design já visto em outros produtos do grupo Volkswagen AG.  Os pneus aro 21, com rodas com desenho exclusivo também auxiliam no belo visual.

Marcos Camargo Jr

Para quem gosta de conforto alinhado com sobriedade vai encontrar no Q7 uma boa opção. O SUV tem acabamento premium (já esperado), que alia soft touch e itens plásticos de boa qualidade com metal e couro. No console ainda estão posicionadas duas telas sensíveis ao toque. O display superior com tela de 10,1 polegadas é usado para controlar os sistemas de entretenimento e navegação. Um “click” de confirmação pode ser sentido e ouvido quando uma função é selecionada pelo toque. A tela inferior possui 8,6 polegadas e permite o gerenciamento do ar-condicionado e outras funções de conforto. Há ainda o Audi virtual cockpit, com tela de alta resolução de 12,3 polegadas que pode ser alternada entre duas visualizações: clássica e de navegação.

Marcos Camargo Jr

Os bancos são em couro Alcantara que traz bom conforto e deixa o visual elegante. Por falar em bancos, o Q7 dispõe de sete lugares. Com 2,99m de entre-eixos, todos os ocupantes ficam de maneira confortável no SUV. Atrás dos bancos do motorista e passageiro, ainda estão disponíveis duas telas para o entretenimento das pessoas do banco traseiro, o que torna também uma boa opção para as crianças. 
 

Marcos Camargo Jr

Potência e torque à medida

Sob o capô a Audi equipou o Q7 com motor 3.0 TFSI, que desenvolve 340 cv de potência e torque de 500 Nm. O câmbio é automático tiptronic de oito velocidades e tração quatro. Sim, são mais de 300cv que deixam a experiência de direção ainda mais divertida. Ao ativar o modo “Sport” no câmbio, o giro do motor aumenta e as trocas de marchas ficam mais demoradas, isso faz com que a potência máxima do carro chegue a 2500rpm. As reações mais rápidas fazem o motorista esquecer que está a bordo de um SUV de dimensões generosas.

Divukgação

No Q7 controles de tração e estabilidade atuam para manter o carro sob controle mesmo quando exigido ao máximo. No uso urbano só o ponto negativo fica por conta das dimensões uma vez que ele não cabe em qualquer vaga. No modo off Road a tração integral atua com controle e torque sem exigir muita habilidade (nem preocupação) de quem o dirige. Com 2.275 quilos ele traz experiências diferentes de condução com vários modos: Dynamic, Comfort, Efficiency, Auto, Individual, Allroad e Offroad. A suspensão a ar e a calibração do pedindo volante e da suspensão ficam claros a cada mudança mostrando a versatilidade do Q7.

Versões

Estão disponíveis duas versões para o Audi Q7, com preços a partir de R$ 414.990, o SUV vem de série com carregamento de celular sem fio pelo Audi Phone Box Light, ar-condicionado de duas zonas, bancos dianteiros elétricos e com memória para o motorista, porta-malas com abertura elétrica e sistema de hands-free, acabamento das soleiras e longarina do teto em alumínio, frisos decorativos cromados, faróis de LED e seis airbags, sendo dois frontais, dois laterais para os bancos dianteiros e dois de cortina que se estendem da primeira até a terceira fileira de bancos.

Marcos Camargo Jr

Como opcional estão rodas de alumínio 21”, teto solar panorâmico “Open Sky”, pacote conforto (formado por ar-condicionado de quatro zonas, câmera 360 graus, park assist plus, 2 portas USB para o banco traseiro com função de carregamento e transmissão de dados, bancos dianteiros com encosto de cabeça variável e preparação para entretenimento para o banco de trás) e pacote ACC (composto por controle de cruzeiro adaptativo, assistente de saída de faixa e Traffic Jam Assist).

Marcos Camargo Jr.

Na versão topo de linha S Line, o SUV vem com todos os itens de série e opcionais descritos acima e conta ainda com um pacote visual, que traz soleiras em alumínio e iluminadas. Especificamente nesta versão é possível escolher dois pacotes como opcionais: pacote Black (rodas 21” com detalhes na cor preta, frisos decorativos e capa do espelho retrovisor em preto brilhante, longarina e teto do interior em preto) e o pacote S line com bancos superesportivos, com assentos dianteiros em couro Valcona. O preço dessa versão é de R$ 459.990.

Na prática vários SUvs em um só

Rodamos com o maior SUV da Audi em trechos rodoviários e urbanos e o que impressiona é o silêncio a bordo mesmo com a rotação alta do motor. Isso acontece, além do bom isolamento acústico, devido à uma nova tecnologia de assistência elétrica, composta por uma bateria de íons de lítio e um alternador de correia em um sistema elétrico primário de 48 volts.

Marcos Camargo Jr.

O trabalho da suspensão é ativo a todo momento variando conforme o modo escolhido onde a altura também é variável. Durante nosso trajeto enfrentamos trechos com muita chuva e espelhos d’água na cidade e pequenos trechos offroad. Os controles de tração e estabilidade se fizeram presente em todo o percurso. O Audi Sense (frenagem de emergência) também foi outro recurso bem perceptível em um trecho rodoviário.

Divulgação

Na cidade nossa média de consumo foi de 10,3km/l, já na estrada registramos uma média de 12,9km/l, o que se torna um ponto positivo sendo que o carro tão pesado. Na prática o Q7 se mostra versátil e agora bem mais tecnológico sem abrir mão da boa dirigibilidade típica dos modelos da marca.

*Por Guilherme Magna

Últimas