Autos Carros [Avaliação] Mercedes GLB200 tem motor 1.3 e requinte de SUV grande

[Avaliação] Mercedes GLB200 tem motor 1.3 e requinte de SUV grande

Mesmo com as limitações de desempenho o crossover estreante leva sete pessoas e vem muito bem equipado

Resumindo a Notícia

  • Modelo tem 4,63m de comprimento
  • SUV tem motor turbo de 163 cv
  • GLB traz a linha de painel idêntica ao do Classe A com sistema MBUX
  • Crossover cumpriu bem sua proposta de eficiência com consumo de 11,4km/l
Estilo do GLB200 está mais para um GLC de linhas mais quadradas e tradicionais

Estilo do GLB200 está mais para um GLC de linhas mais quadradas e tradicionais

Marcos Camargo Jr. 06.07.2021

Custando um pouco mais que os SUVs de sete lugares de marcas tradicionais a Mercedes Benz acerta em cheio ao lançar o GLB200 no Brasil. Com a receita proporcional de um SUV médio ele tem “apenas” motor 1.3 turbo e alta conectividade que pode fazer dele um Mercedes com custo benefício. O R7 avaliou o modelo por quatro dias para testar sua proposta polivalente.

SUV DE LUXO COM MOTOR 1.3? Mercedes GLB 200 de 7 lugares tem 163cv e custa R$ 264 mil. Veja o vídeo!

Diferente do GLA, o estilo do GLB200 está mais para um GLC de linhas mais quadradas e tradicionais. Não nega a herança visual dos modelos compactos da marca na grade da estrela com duas aletas metalizadas abusando de cromados no pára-choque e até na parte inferior da lateral. Feito sob a plataforma MFA2, a mesma do Classe A, o GLB foi esticado, e nesse caso, um pouco mais para levar sete pessoas.

Porta-malas tem capacidade de 500 litros

Porta-malas tem capacidade de 500 litros

Marcos Camargo Jr. 06.07.2021

Crossover mais alto entrega o máximo de espaço
Em um carro de 4,63m de comprimento ele até que faz um milagre. Os bancos são rebativeis com alças e o acabamento interno atenderá aos exigentes compradores da marca. São 2,82m de entre-eixos o que permite um bom vão livre com seus 1,66m de altura. Se não for exigida a terceira fileira, o porta-malas terá 500 litros. Também é possível rebaixar completamente o segundo e terceiro assentos rendendo mais de 1.700 litros. Ao ter que levar sete pessoas há apenas 130 litros para bagagens.

Crossover tem 2,82 m de entre-eixos

Crossover tem 2,82 m de entre-eixos

Marcos Camargo Jr. 06.07.2021

No dia a dia com várias posições permitidas pelos bancos de passageiros o GLB foi bem pensado para levar a família. Na parte da frente, claro, a posição é melhor com bancos elétricos de ajuste localizado tradicionalmente na forração da porta e a ergonomia é boa.

Sistema multimídia tem 10,2 polegadas

Sistema multimídia tem 10,2 polegadas

Marcos Camargo Jr. 06.07.2021

Conectividade a bordo
O GLB traz a linha de painel idêntica ao do Classe A com sistema MBUX que integra multimídia de 10,2”, computador de bordo e sistema de comandos de voz inteligente. O crossover mexicano tem itens como Start stop, carregador por indução, quatro conectores USB-C e itens como teto solar duplo com abertura na lâmina frontal, ar-condicionado de duas zonas com saída para a segunda fileira e controle de Cruzeiro adaptativo com alertas de saída de faixa e sensor de fluxo cruzado, câmera de alta resolução entre outros dispositivos.

Também é possível rebaixar completamente o segundo e terceiro assentos rendendo mais de 1.700 litros

Também é possível rebaixar completamente o segundo e terceiro assentos rendendo mais de 1.700 litros

Marcos Camargo Jr. 06.07.2021

O sistema de iluminação conta com faróis full LED, luz da cabine igualmente em LED com efeito fade e revestimento interno na cor preta.

Bom motor com seus limites
O novo GLB conta com um motor que será de certa forma popularizado no Brasil, o 1.3 16V quatro cilindros com injeção direta com 25,5 kgfm de torque acoplado ao câmbio DCT de dupla embreagem de sete velocidades. Trata-se do mesmo conjunto mecânico que será lançado com o Renault Captur com a diferença do sistema flex.

Modelo tem itens como Start stop, carregador por indução, quatro conectores USB-C e itens como teto solar duplo com abertura na lâmina frontal, entre outros equipamentos

Modelo tem itens como Start stop, carregador por indução, quatro conectores USB-C e itens como teto solar duplo com abertura na lâmina frontal, entre outros equipamentos

Marcos Camargo Jr. 06.07.2021

Assim, a Mercedes adota um motor pequeno em um carro grande e pesado com 1.630kg mas que se mostra ligeiro para sua proposta com evidentes limitações.

Sempre esperto o motor tem potência e o câmbio explora ao máximo essa força. Porém não espere por um desempenho esportivo pois o DCT pode não compreender ríspidas acelerações e reduções com alguns trancos, característica comum aliás a outros membros da plataforma que usam esse câmbio.

GLB200 é oferecido com o pacote Advance que custa R$ 264.900 e Progressive com preço sugerido de R$ 290.900

GLB200 é oferecido com o pacote Advance que custa R$ 264.900 e Progressive com preço sugerido de R$ 290.900

Mercedes-Benz/Reprodução

A rodagem do SUV é suave mas não espere também a mesma maciez dos modelos grandes. O GLB é compacto e não traz itens como amortecedores adaptativos ou a conhecida tração integral 4Matic. O GLB tem apenas controle de tração e estabilidade sem muita tecnologia embarcada como os modelos mais caros da gama.

Ao fim do nosso teste com trânsito pesado e pequenos trechos de estrada o GLB200 cumpriu bem sua proposta de eficiência com consumo de 11,4km/l o que é bom para o seu porte e peso.

GLB200 está na categoria premium sete lugares mas custa menos que todos os concorrentes

GLB200 está na categoria premium sete lugares mas custa menos que todos os concorrentes

Mercedes-Benz/Reprodução

Difícil comparar
O GLB200 está na categoria premium sete lugares mas custa menos que todos os concorrentes. Isso se deve ao custo (e impostos) reduzidos por conta do motor menor e a origem mexicana diferente de alguns competidores com motor maior e originários da Europa e Estados Unidos. Vendido em duas versões o GLB200 é oferecido com o pacote Advance que custa R$ 264.900 e Progressive com preço sugerido de R$ 290.900.

Nesta faixa de preço encontramos modelos de sete lugares como Land Rover Discovery Sport que parte de R$ 310 mil mas também Mitsubishi Outlander (turbodiesel e tração integral) de R$ 255.990 ou ainda Volkswagen Tiguan R-Line (2.0 turbo e tração integral) por R$ 231.550.

GLB tem apenas controle de tração e estabilidade sem muita tecnologia embarcada

GLB tem apenas controle de tração e estabilidade sem muita tecnologia embarcada

Marcos Camargo Jr. 06.07.2021

Se considerarmos modelos premium o GLB200 custa um pouco mais que modelos menores como BMW X1, Volvo XC40 e Audi Q3 trazendo espaço de Crossovers médios como o X3 e X4, XC60 e o recém renovado Q5. Assim, a Mercedes deixa o GLB200 na famosa relação “custo benefício” algo difícil de alcançar nas marcas premium. O novo modelo é moderno e equipado e mesmo sem itens como tração integral e um motor de maior litragem pode surpreender quem precisa levar 7 pessoas custando menos que modelos com o mesmo alinhamento premium.

Últimas