Autos Carros [Avaliação] Novo Sandero 1.6 CVT cumpre o que promete?

[Avaliação] Novo Sandero 1.6 CVT cumpre o que promete?

Avaliamos as novidades da linha que estreia câmbio automático mantendo virtudes do hatchback da Renault

  • Autos Carros | Marcos Camargo Jr

Sandero 2020: mantém estilo mas muda discretamente a dianteira para enfrentar concorrentes

Sandero 2020: mantém estilo mas muda discretamente a dianteira para enfrentar concorrentes

Marcos Camargo Jr

As mudanças da Renault para o Sandero já se mostram positivas, pelo menos no resultado das vendas. Em agosto o hatch vendeu 5.347 unidades, quase o dobro das 2.954 emplacadas em julho, quando foi confirmada a mudança de um dos maiores sucessos da marca no mercado brasileiro.

Avaliamos durante uma semana o Renault Sandero Intense CVT, equipada com o já conhecido motor 1.6 SCe com a adição da caixa de transmissão automática.

Na traseira é mais fácil notar que além das novas lanternas o Sandero está um pouco mais alto

Na traseira é mais fácil notar que além das novas lanternas o Sandero está um pouco mais alto

Marcos Camargo Jr

O visual caiu bem ao hatch com a nova grade, mantendo o perfil lateral e mudando também as lanternas que não foram nenhuma unanimidade. Ainda assim, o Sandero reforça suas qualidades como o bom espaço interno e a fama de robusto, com baixo custo de manutenção.

Ágil na cidade, nem tanto na estrada

Calibrado para o uso urbano e eventualmente rodoviário, o Sandero 1.6 mantém o motor 1.6 SCe aspirado de 115/118 cv e 16 kgfm e torque com gasolina/etanol, que acoplado ao câmbio X-Tronic CVT se mostra ágil nas saídas e trocas de marcha. No entanto, em retomadas demora um pouco a "entender o pé" do motorista e o motor se faz presente na cabine com ruído mais alto. 

Interior do Sandero que segue como referência em espaço interno: novos bancos e painel

Interior do Sandero que segue como referência em espaço interno: novos bancos e painel

Marcos Camargo Jr

Apesar de 14kg mais pesado graças às novas barras de proteção na lateral e adição de mais dois airbags (quatro no total), o Sandero não teve seu comportamento alterado. Nas manobras, porém, faz falta a direção elétrica e continua usando sistema eletro hidráulico que é pesado nas manobras.

Renault Divulgação

A versão Zen CVT adiciona ainda controles de estabilidade e tração além do assistente de partida em rampa, muito útil em ladeiras.  Apesar de 45mm mais alto, o Sandero 1.6 CVT não sofreu alterações no comportamento dinâmico e com os controles adicionados, ficou mais estável em curvas inclinadas. 

Comodidade

A versão Intense traz ar condicionado automático, câmera de ré além de sensores, controle de Cruzeiro e limitador de velocidade, que ainda é ligado e desligado por um botão embaixo do painel, no console central. 

Media Evolution, sistema atualizado da Renault que agora se integra ao Android Auto e Apple CarPlay

Media Evolution, sistema atualizado da Renault que agora se integra ao Android Auto e Apple CarPlay

Marcos Camargo Jr

Na traseira, mais comodidade para o terceiro passageiro que agora conta com cinto de segurança de três pontos, oculto no teto, e os encostos de cabeça também são novos com visual mais moderno. 

Interior com detalhe para o novo painel, volante e a alavanca do câmbio automático CVT

Interior com detalhe para o novo painel, volante e a alavanca do câmbio automático CVT

Marcos Camargo Jr

Por dentro ele ganhou um acabamento de melhor qualidade, novo painel e volante, e também a multimídia Media Evolution com tela de sete polegadas, que agora espelha celulares com sistema Android Auto e Apple Car Play além do Bluetooth. Manteve a interface que poderia ter aprimorado mas a tela ficou mais rápida nas respostas, o que é um ponto positivo.

Motor SCe 1,6 litro flex de até 118cv: sem alterações com adição do câmbio CVT X-Tronic

Motor SCe 1,6 litro flex de até 118cv: sem alterações com adição do câmbio CVT X-Tronic

Marcos Camargo Jr

O Sandero vem oferecer o que a linha estava devendo aos consumidores: a praticidade de um câmbio automático. Há uma boa concorrência destas versões especialmente levando em conta que nos próximos dias serão lançados o novo Chevrolet Onix e Hyundai HB20, enquanto já existem concorrentes nesta faixa de motorização com câmbio automático como o Ford Ka 1.5 Freestyle, Fiat Argo Precision 1.8 AT, Toyota Yaris XL CVT e Volkswagen Polo 1.6 MSi.

Últimas